Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

5/5 - (1 vote)

Governo aumenta valor e número de usuários do vale-gás em junho

Segundo as informações oficiais, Governo Federal deve aumentar o número de usuários e o valor dos pagamentos do vale-gás em junho

Nesta sexta-feira (17), o Governo dá início aos pagamentos da quarta liberação do vale-gás nacional. Antes mesmo do início dos repasses, já é possível saber alguns detalhes desta próxima rodada. Já nesta semana, o Ministério da Cidadania revelou que o programa aumentou. O número de usuários e o valor pago por beneficiário serão elavados neste mês.

Valor

Primeiramente, vamos aos valores. Segundo o Ministério da Cidadania, os cidadãos que fazem parte do vale-gás nacional receberão R$ 53 neste mês de junho. Em abril, quando o Governo Federal realizou o último pagamento do programa, o repasse universal foi de R$ 51 por família. Estamos falando, portanto, de um aumento de R$ 2.

A elevação aconteceu por causa do aumento da média nacional do preço do botijão de gás de 13kg. No início do mês, a Agência Nacional de Petróleo (ANP) anunciou que a média atual está na casa dos R$ 105. Em tese, o Governo precisa pagar ao menos a metade deste patamar, o que daria um pouco mais de R$ 52 por pessoa. Assim, eles decidiram arredondar o saldo para a casa dos R$ 53.

Trata-se, portanto, do maior valor pago no vale-gás desde o início dos pagamentos do programa social. Até aqui, o Planalto realizou quatro liberações que giravam sempre entre R$ 50 e R$ 52. De todo modo, o aumento não deve ser muito percebido pelos usuários, já que a elevação do pagamento acompanha um aumento do preço do botijão.

O número de usuários

O Ministério da Cidadania também anunciou que o número de usuários do programa aumentará se compararmos com os dados de abril. Naquela ocasião, estima-se que pouco mais de 5,39 milhões de brasileiros tenham recebido o benefício. Em junho, o número subirá para a casa dos 5,68 milhões, de acordo com a pasta.

Estamos falando de uma elevação de pouco menos de 30 mil cidadãos. São pessoas que ainda não tinham recebido nenhum pagamento do benefício, mas que poderão receber a primeira parcela do vale-gás nacional neste mês de junho.

Embora o Ministério da Cidadania tenha confirmado o aumento, ele ainda não será suficiente para recuperar as perdas recentes. Dados da própria pasta apontam que pouco mais de 200 mil pessoas perderam o direito de receber o benefício entre os meses de fevereiro e abril deste ano.

Além disso, a reposição de junho passou longe de ser suficiente para zerar a fila de espera. Dados do Congresso Nacional apontam que pouco mais de 24 milhões de pessoas têm direito de receber o benefício. Destas, mais de 18 milhões estão esperando pela vaga.

O Vale-gás nacional

O vale-gás nacional é um projeto criado e aprovado pelo Congresso Nacional e sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) ainda no final do ano passado. Os pagamentos do programa social começaram em dezembro de 2021 para pouco mais de 10 mil pessoas.

Desde o início deste ano, mais de 5 milhões de brasileiros passaram a receber o montante, que é sempre pago bimestralmente, ou seja, a cada dois meses. Os depósitos do vale-gás são feitos sempre apenas nos meses pares.

Para receber o benefício, é necessário ter uma renda per capita de até meio salário mínimo, ou seja, R$ 606. Além disso, também é preciso ter um cadastro ativo e atualizado do Cadúnico e/ou ser usuário do Benefício de Prestação Continuada (BPC) do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

5/5 - (1 vote)

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.