Golpe do PIX; Saiba como se proteger

O número de golpes e fraudes envolvendo o PIX, sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central tem crescido nas redes sociais. De acordo com um levantamento realizado pela PSafe, empresa de cibersegurança, uma rede de perfis falsos conta com mais de 600 mil seguidores.

O crime virtual conhecido como “Robô do PIX” usa a promessa de dinheiro fácil para atrair novas vítimas. Nesses casos, os criminosos induzem as vítimas a realizar transferências ou fornecer informações pessoais com o objetivo de praticar estelionato virtual

O relatório da PSafe, divulgado pelo TechTudo, foi realizado entre os meses de maio e junho de 2022. De acordo com informações disponibilizadas pela empresa, as contas nas redes sociais utilizadas para a prática dos crimes virtuais ultrapassam 300 mil curtidas. 

Veja como funciona o golpe envolvendo o PIX 

A estratégia mais utilizada entre os golpistas é divulgar informações falsas oferecendo determinada quantia em dinheiro. De acordo com dados do Google Trends, as promoções oferecem prêmios de até R$ 30 mil. Desse modo, as vítimas são induzidas a transferir uma quantia mínima para resgatar o valor do prêmio, no entanto, o valor nunca é revertido. 

Também existem situações onde as vítimas são direcionadas para sites maliciosos que solicitam dados pessoais e bancários. Nessas situações, muitas vezes os cidadãos acabam inserindo até mesmo informações dos seus cartões, de forma que os criminosos utilizam os dados coletados para realizar fraudes e até mesmo clonagem de cartão

De acordo com a PSafe, as práticas de crimes virtuais envolvendo o PIX vem sendo rastreadas desde o início de 2022. A empresa ainda informou que em algumas situações, os golpistas utilizam perfis falsos com o nome de plataformas de streaming.

“De janeiro a junho deste ano já bloqueamos quase 12 milhões de tentativas de estelionato virtual, que são golpes que tentam induzir as vítimas a realizar algo, como transferência bancária ou fornecimento de dados sensíveis, com o objetivo de obter ilicitamente alguma vantagem. Isso quer dizer que, por dia, tivemos mais de 65 mil tentativas. É um número bem alarmante”, informou o executivo-chefe de segurança da PSafe, Emilio Simoni.

Saiba como se proteger de golpes virtuais 

Para os especialistas da PSafe, é importante que os usuários desconfiem de promoções que prometem dinheiro “fácil” ou situações que parecem “boas” demais, principalmente quando for solicitado algum pagamento adiantado ou dados pessoais

Não existe uma fórmula mágica para evitar cair em golpes, afinal, os criminosos aprimoram suas técnicas todos os dias. Apesar disso, é recomendado sempre ter cautela nas redes sociais, principalmente ao clicar em URLs desconhecidas recebidas via WhatsApp, SMS, Messenger ou qualquer outra plataforma.

Como denunciar um golpe?

De acordo com o Banco Central do Brasil, as instituições financeiras que oferecem o serviço devem se responsabilizar pelas fraudes ocorridas por falhas no sistema ou gerenciamento de riscos. Desse modo, ao cair em um golpe é importante entrar em contato o mais rápido possível com a instituição de relacionamento. 

Além de notificar a instituição financeira que oferece o PIX, é importante que os cidadãos registrem um boletim de ocorrência. O B.O pode ser feito presencialmente em uma delegacia ou no site da Polícia Civil. 

Siga o Notícias Concursos também no Google Notícias e fique 100% informado(a)

Participe de nosso Whatsapp e fique informado(a) em tempo real gratuitamente.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.