Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Capitalismo financeiro: Entenda de vez como funciona o sistema

O capitalismo financeiro é a terceira fase do sistema capitalista que surgiu em meados do século XX, devido a Terceira Revolução Industrial é a fase do capitalismo vigente até os dias de hoje.

O período foi denominado como capitalismo financeiro, por conta, principalmente do sistema financeiro que tem muita relevância desde o início dessa fase.

Contudo, para alguns estudiosos, o capitalismo financeiro chegou ao fim com a quebra da bolsa de Nova Iorque em 1929. E com isso, estabelece-se uma nova fase denominada Capitalismo Informal ou Cognitivo. 

Dessa maneira, o tema poderá aparecer em provas de vestibulares, assim como no Enem. E por isso, vale a pena ficar ligado. 

Mas antes de aborda o que é capitalismo financeiro, conheça as três fases do sistema capitalista: 

  • Comercial – Período do século XV ao XVIII
  • Industrial – Compreende o século XVIII e XIX
  • Financeiro – Inicia-se no século XX

Características do capitalismo financeiro

Podemos destacar dentre as principais características do capitalismo financeiro, por exemplo:

  • Economia guiada pelo mercado financeiro, sobretudo, os bancos e as grandes empresas
  • Criação de empresas multinacionais e transnacionais 
  • Acirramento da concorrência internacional 
  • Crescimento econômico e poder nas mãos de nichos como monopólio e oligopólio. 
  • Crescimento do mercado financeiro
  • Criação e expansão de produtos financeiros como ações, moedas, empréstimos, financiamentos, etc. 
  • Bolsa de valores 
  • Expansão do mercado internacional e integração econômica mundial 
  • Ascensão da globalização e imperialismo 
  • Avanços tecnológicos e científicos 
  • Revolução tecnológica na comunicação e transportes
  • Entre outros

Contexto Histórico

Com o crescimento oriundo da Revolução Industrial no século XVIII, novas maneiras para conseguir lucros foram desenvolvidas. 

Anteriormente, durante o capitalismo industrial, se obtinha o lucro na produção industrial em larga escala. Contudo, no capitalismo financeiro, o interesse das empresas passa a ser o monopólio, tendo a supremacia em uma fatia do mercado. 

É nesse momento, que os empresas interesses das empresas passa a ser os produtos financeiros. Isto é, o lucro é esperado através de negócios através de ações de empresas, assim como, juros, investimentos, empréstimos, entre outras formas de obtenção de crédito. 

Assim sendo, indústrias e empresas do ramo financeiro, integram seus capitais e começam a ser geridas por instituições financeiras. Dentre elas, destacam-se bancos, corretoras de valores e empresas multinacionais. 

No capitalismo monopolista como também conhecido o capitalismo financeiro, destaca-se o surgimento de empresas “holding” que detém o poder de determinadas marcas de um setor econômico, como por exemplo a Ambev. 

Além desse fenômeno, outras maneiras de ganhar fatias de mercado podem ocorrer, como a criação de oligopólios, quando empresas se unem para dominar certos nichos de mercado. 

Esses manejos acabam deixando na mãos da empresas o fluxo do mercado. Ou seja, elas conseguem diminuir a concorrência, e por exemplo, estabelecer uma faixa de preço para determinado produto. 

Outro fator preponderante, é a instalação dessas empresas em países subdesenvolvidos, visando a diminuição de custos, através de mão de obra barata, tal qual matérias primas. Com isso, espera-se que o produto final tenha um preço mais atrativo para o mercado mundial. 

O comércio e a indústria são pilares do sistema capitalista, entretanto, atualmente o sistema financeiro é quem domina a economia, expande os lucros, concentrando ainda mais capital. 

Não deixe de ler também – Atualidades: Conheça as fases do ciclo do capitalismo

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.