Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Geografia do Brasil: O que é a Indústria da Seca e possíveis soluções

Indústria da Seca é um termo utilizado para se referir à prática de usar a calamidade imposta pela seca para se auto promover.

Através dela compreende-se as dimensões sociais, econômicas e políticas envolvidas por trás de problemas como a fome, miséria, desnutrição, coronelismo, corrupção, entre outros. Ademais, milhões de pessoas deixam sua região em um fenômeno conhecido como êxodo rural em buscas de melhores condições de vida. 

A região é conhecida como “Polígono das Secas” em razão da escassez de chuvas. Contudo, trata-se de um fenômeno natural que acontece com regularidade.

Pode-se dizer que ocorre quando a ZCIT – Zona de Convergência Intertropical não chega à região Nordeste. Além disso, fenômenos como El Niño e as queimadas também corroboram com as secas.  

A Indústria da Seca pode aparecer em provas de vestibulares de todo país, assim como no Enem. Por isso vale a pena ficar ligado no assunto, acompanhe!

Contexto histórico

A Indústria da Seca se utiliza da calamidade para angariar verbas, incentivos fiscais, concessão de crédito, etc., assim como da propaganda da seca e do sofrimento do povo. 

Ela acaba se tornando um ciclo vicioso, favorecendo parte da população através de ações governamentais, buscando benefícios eleitorais. 

Além disso, em alguns locais, a água acaba se tornando moeda de troca de extrema importância. Em razão disso, alguns políticos se aproveitam da catástrofe da seca e se beneficiam da boa fé das pessoas. 

Dessa forma, conseguem manter o “voto de cabresto”, prática conhecida como compra de votos de forma velada, sustentando a política do coronelismo. 

Diante desse fato, parte das elites eleitorais manipulam a verba de assistência destinadas a seca, destinando-a para locais e pessoas. Normalmente há interesses eleitorais envolvidos. 

O curso segue com desvios e superfaturamento de verbas públicas usadas na contratação de empreiteiras, geralmente com ligações estreitas com as elites eleitoreiras. 

Por outro lado, os empresários captam os créditos ofertados, assim como podem fazer renegociações e obtêm diminuição burocrática para quem declara falência ou moratória por conta dos danos causados pela seca.

Dessa maneira, garante-se os favores políticos e a continuidade do sistema.

Indústria da Seca – Soluções

A região que a Indústria da Seca age é considerada semi-árida. Nesse ambiente ela pode-se ajustar perfeitamente ao clima, tendo em vista que outros locais do mundo com climas mais severos conseguiram se adaptar, como é o caso de Israel. 

Com os avanços tecnológicos é possível monitorar mais fielmente o período de chuvas. Dessa maneira, dá para prever épocas de maior intensidade da seca.  

Em contrapartida, uma maneira quase que emergencial para oferecer assistência à população das regiões seria a criação de açudes, fontes de irrigação, uso de cisternas com a captação das águas da chuva, entre outros.

E então, gostou de conhecer o que é Indústria da Seca e suas características?

Não deixe de ler também – Geografia: Entenda as etapas do ciclo das rochas

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.