Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

G7: os setes países mais poderosos do mundo

G7: um resumo para as suas provas

O G7, também chamado de Grupo dos 7, agrupa os 7 países com as economias mais influentes e desenvolvidas de todo o mundo.

Devido à sua importância, esse assunto é muito cobrado em questões de Atualidades e de Geografia, principalmente na prova do ENEM e nos vestibulares.

Dessa maneira, é essencial que você domine as principais características que envolvem o G7 para garantir um bom desempenho nas suas provas.

G7: Definição

O G7, sigla utilizada para abreviar o nome “Grupo dos 7”, é um grupo que foi formado no ano de 1977 e que é composto pelos sete países mais industrializados e ricos do mundo.

Os sete países são também aqueles com maior influência política e militar em todo o mundo. As sete nações que compõem o grupo são: Estados Unidos, Japão, Canadá, Alemanha, Itália, França e Reino Unido.

Segundo o Fundo Monetário Internacional (FMI), os 7 países membros representam 64% de toda riqueza líquida do mundo. Além disso, os países que compõem o G7 possuem altas taxas de índice de desenvolvimento humano (IDH). Podemos citar também como característica desses países o fato de eles concentrarem 46% do produto interno bruto (PIB) de todo o mundo.

G7: Objetivos

Um dos principais objetivos do G7 é promover encontros anuais. As reuniões devem ser utilizadas para que os países membros possam discutir e tomar decisões importantes que decidam os rumos das principais questões econômicas da atualidade, das questões urgentes que envolvem o meio-ambiente e questões relacionados aos principais problemas sociais do mundo, como a imigração.

G7: A entrada da Rússia

No ano de 1988, 11 anos após a data de criação do grupo, ocorre a entrada da Rússia no G7. Dessa forma, a partir desse momento, o grupo passou a ser denominado de G8 ou G7+Rússia.

Porém, pouco tempo depois, no ano de 2014, a Rússia foi excluída do G8. O motivo que ocasionou essa decisão por parte dos países membros do grupo é o fato de a Rússia ter anexado a região da Criméia, antes independente, ao seu território. Assim, o grupo voltou a ser denominado de G7.

G7: A Cúpula do G7

A cúpula do G7 é o nome que a reunião dos membros do grupo recebe. A última cúpula ocorreu no mês de julho de 2020, em que os países se reuniram para discutir sobre a pandemia causada pelo coronavírus.

A cúpula de 2020 ocorreu de forma virtual e representou a sua 46ª edição. Na reunião, os Estados Unidos ficaram isolados porque cortaram o financiamento que deveria ter sio destinado à OMS (Organização Mundial da Saúde), conforme havia anunciado o presidente Donald Trump.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.