Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

4.7/5 - (4 votes)

Funcionários de lotéricas ajudaram a fraudar Auxílio Emergencial, diz PF

PF realizou operação nesta semana para desarticular grupo que fraudou Auxílio Emergencial nos estados de Pernambuco e Alagoas

Os estados de Pernambuco e de Alagoas foram palcos de mais um golpe nos pagamentos do Auxílio Emergencial do Governo Federal. Nesta semana, a Polícia Federal (PF) deflagrou uma operação de busca e apreensão para investigação de um possível crime que teria contado com a ajuda de atendentes de lotéricas.

A operação aconteceu ainda na manhã desta última terça-feira (10) nos dois estados. Foram nove mandados de busca e apreensão em Alagoas e um em Águas Claras, cidade localizada no agreste de Pernambuco. A Polícia Federal informou que, ao todo, 40 agentes participaram da operação ao mesmo tempo.

Os mandados foram expedidos pela 1ª Vara Federal de Maceió, em Alagoas. O nome dado para a operação pela Polícia Federal foi APATE. A investigação teria se iniciado ainda em 2021, e chegou ao seu ápice nesta semana. Os agentes explicaram que determinados funcionários de lotéricas foram cooptados pela associação criminosa.

A PF explicou ainda que as investigações começaram logo depois que donos das próprias casas lotéricas nos dois estados começaram a desconfiar das ações de alguns de seus funcionários. Os empregados estariam ativando indevidamente o aplicativo do Caixa Tem para que os criminosos pudessem usar o dinheiro do programa.

A prática permitiu que vários repasses e movimentações fraudulentas do Auxílio Emergencial fossem realizados pelos criminosos. A PF percebeu que os domicílios das pessoas que tiveram o CPF ativado nas lotéricas eram sempre distantes do local do cadastro e ativação do Caixa Tem.

O que diz a Caixa

Sobre o assunto, a Caixa Econômica Federal enviou uma nota para a imprensa afirmando que trabalha em colaboração com a Polícia Federal (PF) com o objetivo de encontrar criminosos que fraudavam o Auxílio Emergencial e até mesmo benefícios atuais, como o Auxílio Brasil.

“A Caixa reforça que informações sobre eventos criminosos em suas unidades são repassadas exclusivamente às autoridades policiais, e ratifica que coopera integralmente com as investigações dos órgãos competentes”, diz a nota.

“Esclarecemos que a Caixa possui estratégia, políticas e procedimentos de segurança para a proteção dos dados e operações de seus clientes e dispõe de tecnologias e equipes especializadas para garantir segurança aos seus processos e canais de atendimento”, completa.

Fraudes no Auxílio

Esta não é a primeira operação realizada pela Polícia Federal envolvendo possíveis fraudes no Auxílio Brasil. Dados oficiais apontam que as investigações ultrapassaram a marca de 100 mandados desde o início dos repasses em 2020.

Dados oficiais do Tribunal de Contas da União (TCU) e da Controladoria Geral da União (CGU) mostram que o Governo Federal perdeu bilhões de reais desde 2020 devido aos golpes no Auxílio Emergencial quando os pagamentos se iniciaram.

O benefício chegou ao fim no último mês de outubro de 2021. Dados do Ministério da Cidadania apontam que quase 70 milhões de brasileiros receberam ao menos uma parcela do projeto do Governo Federal.

4.7/5 - (4 votes)

Veja o que é sucesso na Internet:

1 comentário
  1. Ronaldo Oliveira de Almeida Diz

    Não existe nenhuma cidade em Pernambuco chamada ÁGUAS CLARAS.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.