Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Fila do Bolsa Família cresce e 2,4 milhões esperam por benefício

De acordo com dados do Consórcio Nordeste, fila de espera para entrar no Bolsa Família cresceu e foi a 2,4 milhões de pessoas

Cerca de 2,4 milhões de brasileiros que possuem o direito de entrar no Bolsa Família ainda não conseguiram receber o dinheiro do programa. Pelo menos é isso o que mostram os dados apurados pelo Consórcio Nordeste. A organização pediu para que o Governo Federal atue para tentar mudar essa situação o quanto antes.

Veja também: Bolsa Família: valor médio deve subir e chegar a R$300 em novembro

Nesta semana, governadores dos nove estados do Nordeste enviaram um ofício para o Presidente Jair Bolsonaro e outro para o Ministro da Cidadania, João Roma. Esses documentos pedem uma reunião urgente para tentar resolver essa situação. É que há uma preocupação sobretudo com a situação dessa região especificamente.

É que ainda de acordo com esse levantamento do Consórcio Nordeste, das 2,4 milhões de pessoas que estão nesta fila, cerca de 881 mil são dessa região. Em tese, isso representaria algo em torno de 36% do total de brasileiros que estão esperando por uma definição do Governo Federal neste sentido.

Para quem não sabe, a fila de entrada no Bolsa Família acontece porque o Palácio do Planalto tem um limite de gastos com os pagamentos do programa todos os anos. Como nós estamos falando de um benefício em que as pessoas entram e saem todos os meses, esse número de gastos acaba mudando com frequência.

Quando o número de pessoas ultrapassa a marca máxima de despesas que o Governo pode ter naquele determinado mês, então esses cidadãos são alocados para esta lista de espera. É aí que o indivíduo vai ter que esperar até que mais gente saia, para que ele possa entrar de fato nos pagamentos do programa.

O que diz o Governo

O Ministério da Cidadania, que é a pasta que responde pelo Bolsa Família, respondeu às acusações. De acordo com eles, o número de pessoas que recebem o programa está se mantendo acima dos 14 milhões. Eles lembraram que esse patamar é maior do que em qualquer época do PT.

O Ministério também disse que a quantidade de usuários nordestinos que entraram no benefício também cresceu. Eles argumentaram ainda que cerca de 600 mil novos beneficiários entraram no programa desde o início deste ano.

Por fim, eles disseram que a fila de espera para entrada no projeto deve acabar no próximo mês de novembro. É que vai ser neste momento que eles irão colocar em cena o Auxílio Brasil. Esse é o programa que deve substituir o Bolsa Família.

Definição sobre Bolsa Família

A questão é que até este momento o Governo ainda não bateu o martelo sobre uma série de situações em relação ao programa. O texto da Medida Provisória (MP) do projeto está em tramitação na Câmara dos Deputados, mas carece de dados.

De acordo com informações de bastidores, o número de usuários do Bolsa Família vai subir dos atuais 14,6 milhões para algo em torno de 17 milhões de pessoas. Só que essa informação ainda não está oficializada.

Além disso, também não se sabe ainda qual será o valor médio de pagamentos. O mais provável é que ele vá subir dos atuais R$ 189 para R$ 300 mensais. Mas essa informação também não consta nesta MP do programa. Na prática, portanto, ainda não dá para saber se essa fila vai mesmo acabar.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

1 comentário
  1. Elves Do Nascimento Peixoto Diz

    Muito bom

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.