FIES 2023: quando o resultado será divulgado? 

Após o fim do período de inscrições no Fies 2023/2, decretado pelo Ministério da Educação, os estudantes estão aguardando ansiosamente o resultado do processo seletivo. 

Entenda quando o resultado do Fundo de Financiamento Estudantil será divulgado e quais devem ser os seus próximos passos para garantir a sua vaga na seleção.

Resultado do Fies 2023/2 será divulgado na próxima terça (11)

Conforme o calendário oficial divulgado pelo MEC, o resultado do Fies 2023/2 será divulgado para todos os candidatos na próxima terça-feira, dia 11 de julho

O resultado estará disponível no Portal de Acesso Único do MEC e poderá ser acesso por todos os participantes.

Após a divulgação da pré-seleção dos candidatos aprovados em primeira chamada, os participantes deverão passar pela próxima etapa prevista pelo cronograma do Fies do 2º semestre: a complementação das informações

Essa etapa irá acontecer entre os dias 12 e 14 de julho, também na próxima semana, e é tão importante quanto a divulgação dos resultados. Isso porque, é nesse momento que todos os estudantes convocados na pré-seleção deverão confirmar as informações socioeconômicas que foram indicadas no momento da inscrição. Qualquer tipo de irregularidade nos dados informados pode ocasionar a perda da vaga conquistada.

Por fim, outra data importante do Fies está relacionada à lista de espera, destinada aos candidatos que não conseguiram uma vaga na primeira chamada. A pré-seleção dos participantes da espera está prevista para acontecer entre os dias 18 de julho e 29 de agosto

Vagas oferecidas pelo Fies 2023/2

A edição 2023/2 é a segunda do Fies no ano de 2023 e está direcionada aos candidatos que pleiteiam conseguir uma oportunidade de financiamento para um curso de graduação a partir do segundo semestre de 2023. 

Por meio desta edição, o Fies está oferecendo 77.867 vagas em 1.265 instituições de ensino particulares do país. 

É possível consultar as vagas disponíveis diretamente na página de consulta do site do Fies

O que é o FIES?

O Fies é uma ação do Ministério da Educação criada no ano de 1999 para financiar cursos superiores não gratuitos que possuíam avaliação positiva no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes). Na época da sua criação, o programa era conhecido como Crédito Educativo e tinha o objetivo de ampliar o acesso à educação superior para estudantes de baixa renda.

Fies
O Fies é a principal fonte de financiamento estudantil do Brasil. Imagem: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Posteriormente, em 2001, o governo federal criou o Fundo de Garantia de Operações de Crédito Educativo (Fgeduc) para garantir a continuidade do financiamento dos estudantes. O Fgeduc foi, porém, extinto em 2010, dando lugar ao Fies atual. A partir daí, o programa passou a funcionar como a principal fonte de financiamento estudantil do Brasil.

Desde a sua criação, o Fies passou por diversas mudanças que aprimoraram a eficiência e o alcance do programa. Em 2018, por exemplo, o Fies passou por mudanças significativas nas regras de concessão do financiamento.

Como funciona o Fies?

O Fies é um programa que oferece aos estudantes a possibilidade de financiar em até 100% dos custos do curso de graduação em instituições privadas de ensino superior.

O financiamento é concedido com juros menores do que os praticados pelo mercado e acontece depois da análise da renda mensal familiar do estudante e do comprometimento em relação aos pagamentos que devem ser efetuados.

Além disso, devemos destacar que o Fies oferece facilidades para a quitação do empréstimo, que ocorre apenas ao final do curso, e os juros baixos.

Quem participou do Fies 2023/2? 

Segundo as informações presentes no edital do Fies, puderam participar desta edição os candidatos que:

  • Possuíssem renda mensal familiar bruta per capita de até três salários mínimos.
  • Tiverem feito a prova do ENEM a partir de 2010;
  • Alçaram uma média geral de, no mínimo, 450 pontos na prova do ENEM;
  • Não obtiveram nota zero na prova de redação do ENEM.

Por outro lado, não puderam participar do Fies 2023/2 os estudantes que:

  • Foram pré-selecionados na última edição do Fies e possuíam pendência na complementação das informações fornecidas;
  • Já são beneficiados pelo Fies atualmente;
  • Quitaram financiamento anterior pelo Fies ou pelo Programa de Crédito Educativo (CREDUC);
  • Fizeram a prova do ENEM na modalidade “treineiros”.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.