Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

FGTS: Novo golpe que circula pelo WhatsApp usa consulta e saque do benefício como isca

Uma das coisas mais comuns hoje em dia, são os famosos golpes que acontecem pelo aplicativo do Whatsapp. O mais novo golpe que anda circulando pela internet é o golpe que usa o saque e consulta do FGTS como isca. E o assunto é mais sério do que se pensa.

De acordo com o dfndr lab, laboratório especializado em segurança digital da empresa PSafe, em apenas dois dias, mais de 100 mil pessoas receberam, compartilharam e até acessaram o falso link.

Como o golpe funciona

Golpe do FGTS no WhastApp - Reprodução
Fonte: Economia UOL.

O usuário recebe um link, e então é incentivado a responder uma pesquisa que envolve perguntas como “Deseja sacar todo seu FGTS ou parcial?” e “Você sacou algum valor do FGTS nos últimos 3 meses?”. Porém, essas perguntas são para enganar. Independente da resposta que o usuário der, ele será encaminhado para uma nova página, que pede para ele compartilhar o link com mais dez amigos e liberar o suposto saque de sua conta.

O diretor do dfndr lab, Emilio Imoni, disse sobre o golpe: “O objetivo desse golpe é induzir o usuário a conceder permissão para receber futuras notificações com outros golpes diretamente no celular, abrindo um canal direto de comunicação entre o cibercriminoso e a vítima. Além disso, ele é direcionado a páginas para realizar cadastros indevidos em serviços de SMS pago. A partir do momento em que este cadastro ocorre, sem perceber, a vítima passa a receber cobranças indevidas.”

É importante desconfiar de qualquer notícia ou link que se recebe hoje em dia, jamais compartilhando informações online com fontes que não sejam certificadas e de confiança. A dica é ignorar links enviados pelo Whatsapp e sempre procurar aplicativos e sites oficiais do governo, entre outras instituições.

Liberação de saques

O governo confirmou que vai liberar os saques de contas ativas e inativas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e do PIS-Pasep. O anúncio aconteceu no Palácio do Planalto, em cerimônia com o presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes. Na ocasião, Bolsonaro assinou uma medida provisória (MP) para permitir os saques.

De acordo com o governo, os saques do FGTS começarão em setembro, e a previsão é injetar R$ 42 bilhões na economia até 2020. Os saques do PIS-Pasep começam em agosto. O saque será de até R$500,00 por conta.

Atualmente, há cerca de 260 milhões de contas ativas e inativas no FGTS. Desse total, cerca de 211 milhões (80%) têm saldo de até R$ 500.

Na cerimônia, o governo também informou que:

quem tiver conta na Caixa, o banco depositará automaticamente o valor;

quem não tiver conta na Caixa deverá seguir o cronograma será divulgado pelo banco;

quem tiver o Cartão Cidadão poderá fazer o saque em caixa automático;

saques inferiores a R$ 100 poderão ser feitos em casas lotéricas, mediante apresentação de carteira de identidade e CPF;

será criada a modalidade saque-aniversário; quem optar pelo saque-aniversário poderá utilizar os recursos como garantia para empréstimo pessoal;

a liberação dos saques deve beneficiar 96 milhões de trabalhadores.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

2 Comentários
  1. Hermes Diz

    Deveriam pra Quem tem saldo inativo,liberar tudo de uma vez,igual com Temer fez,só os saldos inativos

    1. Xuxuzinho Diz

      500 reais o borsa tá loco iso não dá pra nada

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.