Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Como fazer lista de coisas para fazer?

Saber fazer lista de coisas para fazer nem sempre é simples. Com tantas áreas da vida para administrar, e tantos trabalhos e estudos pela frente, podemos nos sentir perdidos em alguns momentos, e não é para menos. Porém, existem ações que podem nos ajudar a começar a moldar uma rotina mais equilibrada, e que diminua os impactos em nosso bem-estar.

Pensando nesse cenário, trouxemos algumas sugestões que podem vir a ser interessantes para você. Avalie a sua rotina e veja como você pode remanejá-la de forma consistente. Confira!

Dicas de como fazer lista de coisas para fazer

Cada pessoa é única, e isso é um fato. Dessa forma, a sua rotina nunca será igual a de outra pessoa, por mais semelhante que possa ser. Ter essa consciência pode lhe ajudar a entender que não existe 100% certo ou errado na hora de organizar uma rotina. O ideal é que você pratique o autoconhecimento, saiba respeitar os seus limites e use os seus próprios conhecimentos na hora de fazer a sua lista de tarefas.

Sendo assim, considere as dicas abaixo como um ponto de partida para a reflexão, e não como regras, combinado? Então vamos lá!

1. Saiba quais são as suas principais demandas

Ter uma visão mais clara de tudo o que deve ser feito, cotidianamente, pode ser bem interessante. Essa visão pode lhe ajudar a dividir melhor as suas tarefas, entendendo quais são as prioridades, por exemplo.

Sendo assim, considere a possibilidade de colocar no papel todas as tarefas que devem ser feitas na semana e no mês, por exemplo.

2. Divida os projetos em etapas consistentes

Depois de saber quais são os projetos que devem ser concluídos, considere preparar um passo a passo para cada um deles. Dividi-los em blocos pode ser um bom caminho.

3. Entenda os prazos estipulados

Dentro de cada etapa, considere analisar os prazos estipulados. Anote, ao lado de cada etapa (e de cada projeto), a data limite para finalizar determinada tarefa. Não precisa de pressa na hora de organizar tudo isso, para não correr o risco de preencher algo de forma errônea.

4. Reconheça quais são as prioridades

Dentro de todas as tarefas e etapas divididas, considere analisar quais são as suas prioridades. Você pode demarcar cada uma delas, destacando com um marca texto, por exemplo. Assim você poderá começar a ter uma visão melhor das demandas, mesmo que ainda pareça uma carga alta.

5. Crie uma lista que respeite prazos, prioridades e etapas

Com todo o mapeamento acima posto sobre a mesa, que tal começar a fazer lista de coisas para fazer? Para isso, considere listar tarefas diárias que respeitem o seu tempo de trabalho e limites. Depois, considere os prazos e as prioridades de cada projeto. Vá montando uma lista que inclua as prioridades em ordem decrescente, além de sempre considerar o prazo final de cada tarefa.

O ideal é que você pense na possibilidade de deixar uma folga entre o prazo e a execução. Por exemplo, se determinada etapa de um projeto deve ser concluída no dia 05 do mês, que tal colocar na sua lista de tarefas do dia 01? Assim, caso haja imprevistos, você ainda tem uma folga na agenda para remanejar as demandas.

Pense nisso! 😉

Avalie o Texto.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.