Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Falta de atualização no Meu Inss pode terminar em corte de benefício

De acordo com o próprio INSS, falta de atualização dos dados do Meu INSS pode acabar fazendo com que contas sejam bloqueadas

Os seus dados no Meu INSS estão atualizados? Essa é uma pergunta cuja resposta pode parecer de pouca importância para muita gente. No entanto, saber disso é fundamental. Isso porque em alguns casos, a falta de atualização nos dados pode fazer com benefícios do instituto sejam bloqueados.

É preciso entender que a falta de atualização em si não é suficiente para bloquear um aplicativo. No entanto, as consequências dela é que podem ser prejudiciais. E o fato é que há um exemplo claro dizendo acontecendo bem agora. Basta olhar portanto para a questão do pente fino do Instituto.

Nesta semana, o INSS anunciou oficialmente que vai fazer revisões nas contas dos beneficiários que estão recebendo o Auxílio-doença. De acordo com as informações oficiais, eles deverão chamar cerca de 170 mil pessoas para realizar novamente uma perícia médica no Instituto. E para isso eles irão precisar do endereço desses trabalhadores.

E em que lugar eles irão pegar essas informações? Justamente nos dados que as pessoas deixaram no Meu INSS. É que eles irão usar esse endereço e enviar a convocação para a casa da usuário. Se alguém, por exemplo, se mudou, corre o sério risco de não receber a mensagem e não comparecer.

Pelas regras do benefício, quem não fizer a perícia está correndo sérios riscos. De acordo com o INSS, o cancelamento do direito é uma realidade. É justamente por isso que é importante manter os dados cadastrais em constante atualização. Isso é fundamental tanto para a questão da perícia, como para uma série de outros pontos.

Como atualizar dados

A boa notícia diante disso tudo é que não é preciso ficar nervoso com isso. O processo de atualização das informações no Meu INSS é simples e pode ser feito de casa mesmo. Então nem é preciso se dirigir para uma agência.

O primeiro passo é abrir o site gov.br/meuinss ou o aplicativo Meu INSS. Logo depois é preciso inserir o CPF e a senha. Caso não tenha o cadastro, basta criar um. Dentro de sua conta, é preciso clicar na opção Meu Cadastro, que fica na parte superior da tela.

É neste local que o cidadão vai verificar todos os dados que estão lá. É importante verificar portanto se essas informações estão atualizadas. Se alguma nota não estiver com o dado atual, basta clicar na opção Editar Dados de Contato e mudar. Pronto.

Cuidado com fraudes no INSS

Falar em dados pessoais é sempre uma tarefa muito complicada. Não custa lembrar que é preciso ter muito cuidado com esses pontos. Ao abrir o site oficial do INSS ou o app do local, é importante verificar se eles são mesmo os canais oficiais.

De acordo com o Instituto, em momento nenhum eles ligam ou enviam mensagens pedindo o envio de senhas ou dados pessoais. Se isso acontecer com o trabalhador, é muito provável que seja um golpe.

Nessa situação, a única coisa que o cidadão pode fazer é mesmo guardar essas informações e fazer uma denúncia tanto para o INSS como para a polícia. Isso pode fazer a diferença na busca pelos criminosos.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.