Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Entenda o que é o desemprego estrutural

O desemprego estrutural ocorre quando se tem a aquisição de novas tecnologias ou sistemas e processos que tem como objetivo a redução de custos. 

Além disso, esses elementos acabam afetando diretamente a economia de um país, por meio dos setores comerciais, industriais e de serviços, causando muitas vezes demissões em massa. 

Abaixo destacamos algumas medidas que corroboram para o surgimento do desemprego estrutural:

  • Utilização de robôs no processo industrial;
  • Informatização em empresas e órgãos públicos, buscando diminuir os trâmites burocráticos;
  • Utilização da internet para serviços bancários, compras online e outros serviços;
  • Implementação de processos administrativos e tecnológicos na empresa, para reduzir custos e a mão de obra;
  • Utilização de novas tecnologias, com o objetivo de substituir a mão de obra humana por computadores e máquinas.
  • Entre outros 

A saber, um exemplo básico no mundo, foi a demissão em massa de caixas de banco após a implementação dos caixas eletrônicos nas agências bancárias. 

O desemprego estrutural poderá aparecer em questões de vestibulares e no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). Por isso acompanhe o artigo e saiba mais sobre o assunto! 

Desemprego estrutural x conjuntural 

O desemprego estrutural ocorre através da implementação de novas tecnologias e processos visando a otimização dos serviços e a substituição da mão de obra humana por máquinas. 

Já o desemprego conjuntural acontece através de crises econômicas internas ou externas. Essas crises em grande parte geram a diminuição do consumo, das exportações, da produção e como consequência tem-se o aumento do desemprego. 

No entanto, quando a economia de um país começa a se recuperar a tendência é que o desemprego conjuntural acabe diminuindo. 

Contudo, no caso do desemprego estrutural mesmo com a recuperação da economia ele tende a não retomar as vagas perdidas. 

Desemprego estrutural e a globalização

A globalização econômica, teve enorme influência no aumento dos níveis de desemprego estrutural em todo o planeta, sobretudo a partir dos anos 70. 

Ela acabou aumentando a competitividade em todo o mundo , principalmente por meio do comércio exterior. Com isso as organizações acabaram buscando formas de diminuir os custos de produção, comercialização e logística. 

Dentre as principais medidas adotadas pelas empresas, podemos citar a implementação de novas tecnologias e sistemas administrativos e produtivos de custos reduzidos, todos visando a substituição da mão de obra humana. 

E então, gostou de saber um pouco mais sobre o desemprego estrutural?

Não deixe de ler também – Entenda os estados físicos da água 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.