Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Entenda a importância de estruturar sua empresa financeiramente

Saiba de dicas para que o seu negócio tenha boa saúde financeira

O fluxo de trabalho de uma empresa, muitas vezes, faz com que alguns setores fiquem desorganizados. Consequentemente, instaura o caos. Por isso que hoje, nós diremos a importância de estruturar sua empresa financeiramente. Assim, evitará  situações caóticas que podem levar o seu negócio à falência.

Afinal, no cotidiano do empreendimento, o crescimento desordenado faz com que os processos se tornem mais complexos. Assim, a desorganização não é tão visível. Por isso, que muitas vezes, se trabalha o mês inteiro e as contas não fecham, no final.

Ou, numa situação contrária, o faturamento está tão alto que você não consegue identificar qual é o produto que está fazendo a receita da empresa subir.

Normalmente, a prioridade é resolver as questões mais urgentes. No entanto, alguns detalhes acabam ficando para trás. Por exemplo, uma nota fiscal não lançada, uma retirada de dinheiro não registrada, uma compra sem recibo, são alguns desses fatores.

Então, em um primeiro momento parece algo completamente banal. Contudo, esta atitude gera reflexos diretamente no financeiro da empresa. Ainda mais se repetir no cotidiano. Consequentemente, causa grandes prejuízos, fazendo com que se perca o controle sobre a empresa.

Por isso, que este artigo hoje, tem como objetivo solucionar este problema. Principalmente para quem perdeu o controle da sua empresa. Afinal de contas, é preciso “arrumar a casa”, principalmente no setor financeiro.

Entenda a importância de estruturar sua empresa financeiramente. Foto: Canva Pro

Mas, como estruturar a empresa financeiramente?

Para estruturar a empresa financeiramente, é preciso primeiramente entender, que o setor financeiro é a força vital do negócio. Ou seja, é a luz no final do túnel, o norte para crescer de forma sustentável. Portanto, saiba como usar a economia para direcionar esforços e, assim, a contabilidade seja eficiente.

Para isso, selecionamos algumas dicas para que você consiga estruturar a empresa. Confira abaixo:

Separar as suas finanças pessoais das finanças da empresa

Você precisa saber quanto do financeiro, pode retirar da empresa para manter as suas despesas pessoais. É o seu pró-labore, ou seja, a renumeração pelo seu trabalho em seu negócio. Além disso, deve ser previsto todo o mês.

Dessa forma, não se pode retirar dinheiro da empresa diariamente ou semanalmente para resolver problemas pessoais. Pois, você perderá o controle sobre as finanças da empresa.

Aliás, o mesmo acontece com os adiantamentos aos colaboradores. Se você conceder sempre, ao menos, marque um dia no mês que eles podem solicitar. No entanto, se preferir, você pode delimitar que ½ do salário é pago na quinzena, por exemplo.

Assim, você poderá garantir o pagamento de todas as contas de sua empresa e ainda, investir com maior certeza.

Para estruturar sua empresa, controle as entradas e saídas do caixa

Este controle é fundamental. Dessa forma, identificará com mais facilidade os gargalos financeiros de sua empresa e conseguirá rastrear o dinheiro. Sendo assim, anote tudo o que entrar ou sair do caixa, no momento exato.

Pois, assim você saberá, de fato, o quanto a sua empresa tem. Aliás, faça este controle diariamente.

Classifique em categorias os custos, receitas e despesas

Para tanto, saiba que:

  • Receita: são todos os valores recebidos pela empresa. As principais são: venda de produtos e/ou serviços, juros recebidos, venda de um ativo, entre outros.
  • Despesa: são os gastos da empresa para manter a sua estrutura em funcionamento.
  • Custo: se relacionam diretamente com a produção como, a mão-de-obra, matéria-prima, insumos, entre outros.

Esta classificação permite que o empreendedor entenda como e quando a empresa desembolsa recursos. Além disso, saiba a origem das suas receitas. Assim, este conhecimento possibilitará que sejam tomadas ações para melhorar o negócio.

Faça a previsão de prazos para pagamentos e recebimentos

Com esta previsão é possível analisar se tem como vender desta forma. Além disso, se será viável o pagamento aos fornecedores.

Assim, você terá que observar os prazos médios de pagamento e recebimento, para entender a necessidade de capital de giro. Em resumo, o capital de giro é o valor que a empresa precisa ter em caixa para honrar seus compromissos financeiros.

Crie seu próprio fluxo de caixa

O fluxo de caixa é necessário para saber a saúde financeira do seu negócio. Com este recurso você consegue acompanhar as movimentações financeiras da empresa: entradas e saídas, bem como o saldo que tem em caixa.

Agora que você já sabe estruturar a sua empresa financeiramente, pare de ficar “apagando incêndio” e se organize.

Sendo assim, tirar um tempo para se organizar é ganhar tempo. E principalmente quem ganha é a sua empresa, que terá saúde financeira e credibilidade.

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.