Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Empréstimos para pagar dívidas: O que eles não te dizem

A maneira mais simples de resolver um problema de dinheiro é pedir emprestado. Se estivermos organizados com nossas finanças, é uma boa prática que nos ajuda a sair de emergências e a melhorar nossas condições de vida, mas também tem seus riscos. Nesse sentido, adquirir empréstimos para pagar dívidas tornam-se uma dor de cabeça e um grave problema para o bolso e não é recomendado.

Empréstimos para pagar dívidas valem ou não a pena?

É muito comum conhecer casos de amigos ou conhecidos que, em um momento de desespero, fizeram empréstimos para pagar dívidas. Como você deve ter notado, o sério problema é que se cai em um círculo vicioso que inevitavelmente o leva a não conseguir mais pagar os débitos.

Nesse sentido, alternativas devem ser buscadas que, com disciplina e paciência, possam amenizar os problemas de dinheiro. Assim, quita-se empréstimos que em algum momento se tornaram impossíveis de pagar.

No mercado há de tudo, e uma opção que pode ser aliada ou inimiga são os famosos empréstimos urgentes
No mercado há de tudo, e uma opção que pode ser aliada ou inimiga são os famosos empréstimos urgentes – Foto: Canva Pro

Onde devo pedir um empréstimo para pagar dívidas?

As opções para obter um empréstimo para saldar dívidas são muitas. Portanto, a chave é fazer sua pesquisa e comparações. Não é possível dizer qual instituição se deve procurar em busca do melhor empréstimo, mas sim o que se deve procurar para selecionar a melhor alternativa.

A primeira coisa que você deve fazer é investigar, ou seja, procurar empresas que ofereçam o crédito de que precisa para quitar suas dívidas. Depois compare. Para isso, consulte as páginas da Internet, bem como comentários dos clientes e peça referências.

A primeira coisa que você tem que olhar é a taxa de juros. Assim, certifique-se de que não seja mais alta do que você já tem sobre a dívida que pretende pagar. Dessa forma, você terá certeza de pagar um valor inferior ao original.

Também tenha muito cuidado com o Custo Anual Total, que é um índice que inclui não só a taxa de juros, mas comissões, seguros e outras despesas. Certifique-se também de que é inferior ao seu crédito atual.

Por fim, verifique as condições do crédito e evite cair em fraudes, como aquelas em que é solicitado um adiantamento para a aprovação do empréstimo. Isso é um perigo.

Requisitos para solicitar crédito para pagar dívidas

Alguns requisitos para solicitar empréstimos são básicos. Entre eles estão:

  • Bom histórico de pagamento (algumas instituições financeiras não pedem);
  • Documentos de identidade e CPF;
  • Comprovante de renda;
  • Comprovante de residência.

Vantagens de pagar suas dívidas com um empréstimo

Entre os maiores benefícios estão:

  • Você pagará imediatamente uma dívida. Benefício que é maior se você já tiver um atraso;
  • Você pode obter uma taxa de juros mais baixa, o que fará com que você pague menos pelo empréstimo;
  • Você pode alterar as condições, aumentando ou diminuindo o tempo de pagamento, dependendo de suas necessidades. É possível também alterar os períodos para semanal, quinzenal ou mensal;
  • Pagar um empréstimo antes de cair em atraso impedirá que você tenha um histórico de crédito ruim.

Desvantagens de pagar suas dívidas com um empréstimo

Como tudo na vida, existem desvantagens nesse tipo de transação financeira, que são:

  • O processamento do novo crédito pode envolver o pagamento de juros;
  • Se você não pesquisar bem, pode acabar com uma taxa mais alta;
  • Seus débitos podem aumentar, então, você precisará economizar mais;
  • Se você não tiver um bom controle de seus pagamentos, poderá contrair mais dívidas.

Afinal, empréstimos para pagar dívidas urgentes são aliados ou inimigos?

No mercado há de tudo, e uma opção que pode ser aliada ou inimiga são os famosos empréstimos urgentes. Assim, sua rapidez pode te ajudar a sair de apuros.

Leve em consideração que ter um score de crédito ruim bloqueará praticamente todas as opções para pedir um empréstimo
Leve em consideração que ter um score de crédito ruim bloqueará praticamente todas as opções para pedir um empréstimo – Foto: Canva Pro

No entanto, leve em consideração que esses empréstimos costumam ter altas taxas de juros, o que resultará no pagamento de muito mais do que o valor originalmente solicitado. Portanto, siga algumas recomendações que separamos abaixo e não se deslumbre com o dinheiro na mão.

Cuidado com o manuseio do seu salário

Neste momento, é muito importante lembrar a regra básica do endividamento: nunca deve ultrapassar 30% da receita. Se ultrapassar o limite, consequentemente, os gastos com alimentação ou educação, lazer, entre outros, devem ser reduzidos para recuperação.

Também pode acontecer que, ao solicitar um novo empréstimo, seja altamente provável que se obtenha um valor inferior ao necessário. Assim, tratará de um empréstimo muito mais caro, com taxas de juro elevadas.

No caso dos cartões de crédito, a situação pode ser um pouco mais complicada. Se você optar por pagar um cartão com outro ou pior, pedir um novo para quitar o antigo, chegará a um ponto onde terá várias dívidas ao mesmo tempo. Assim, terá que pagar o mínimo mensal obrigatório, bem como o acúmulo de juros.

Conhecem-se verdadeiras histórias de terror em que a solicitação de um empréstimo para pagar dívidas resultou em quantias de milhares de reais. Dessa forma, além de causar problemas nas finanças pessoais, afetaram o relacionamento familiar e causaram altos níveis de estresse e complicações médicas.

Mantenha a calma, pois existem soluções

O melhor que você pode fazer é que, ao detectar que já tem problemas para saldar uma dívida, negocie. Busque as melhores alternativas para definir um plano de pagamento que não afete seu salário ou reduza drasticamente suas despesas.

Neste ponto, você tem a possibilidade de contratar os serviços de uma empresa de reparo de crédito. Os profissionais do ramo podem te ajudar a pagar suas dívidas sem ter que solicitar um empréstimo ou crédito.

Cuide do seu histórico de crédito

Lembre-se de que não pagar dívidas não afeta apenas a capacidade de gastar hoje, além de privá-lo de necessidades e de alguns mimos que você gostaria de se dar. Além disso, e o mais importante, você não poderá pagar suas dívidas. Ao mesmo tempo, gera-se problemas adicionais, como ter um registro ruim de crédito no mercado.

Leve em consideração que ter um score de crédito ruim bloqueará praticamente todas as opções para pedir um empréstimo. Assim, levará anos até que alguém queira te emprestar dinheiro novamente. Além disso, você não poderá comprar o que realmente precisa, ou se privará de sair de férias, fazer melhorias na casa, investir no próprio negócio, etc.

Caso você já sinta que não pode pagar, recomendamos que você vá a especialistas para obter a melhor solução para o problema o quanto antes. Como citamos, empréstimos para pagar dívidas podem ser uma solução momentânea e paliativa, mas não resolvem todos os problemas.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.