Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

USP: Curso de Engenharia Nuclear é novidade e tem vagas para 2021

Quem se inscrever para a Fuvest este ano já poderá concorrer ao novo curso

A Universidade de São Paulo (USP) lançou o curso de graduação em Engenharia de Materiais, Metalúrgica e Nuclear. A novidade, que compõe a Escola Politécnica (Poli), passa a valer já para o vestibular da Fuvest de 2021.

A saber, essa nova habilitação da engenharia surge após uma parceria com a Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN) e o Instituto de Pesquisas Energéticas (Ipen).

Nesse sentido, os interessados na área então devem se inscrever normalmente no vestibular da Fuvest para concorrer uma das 55 vagas oferecidas.

Lembrando que destas vagas disponíveis, 10 se destinam à habilitação em Engenharia Nuclear propriamente dita, segmento em pleno crescimento, entretanto com falta de mão de obra.

De acordo com o professor Cláudio Geraldo Schön, coordenador do grupo que criou o curso, o objetivo é suprir a escassez de profissionais com formação especifica no setor nuclear.

“O curso daqui da Poli será voltado para responder demandas do estado de São Paulo. A nossa preocupação é a produção, exploração e comercialização de materiais que serão usados nas usinas. O foco é no combustível nuclear. Isso não significa que não teremos disciplinas voltadas para reatores nucleares”, explica Schön ao Jornal da USP.

Entenda melhor o curso de Engenharia Nuclear

Assim como demais graduações de engenharias, o curso de Engenharia de Materiais, Metalúrgica e Nuclear tem a durabilidade de 5 anos. Além disso, ocorrerá o período integral no campus da USP na capital de São Paulo.

Os estudantes do curso terão nos primeiros anos, a saber, aulas de disciplinas comuns aos cursos de engenharia de modo geral.

Ao final do terceiro ano, contudo, o aluno pode escolher qual habilitação em engenharia deseja. Desta vez, em 2020, a engenharia nuclear entrará na lista de opções. As aulas então serão montadas com base nas notas obtidas nas disciplinas obrigatórias.

Grade de aulas

Na habilitação de Engenharia Nuclear, a grade curricular contempla disciplinas de diversas áreas que envolvem a tecnologia nuclear, como por exemplo:

  • Processamento de Combustíveis Nucleares
  • Física e engenharia de reatores nucleares
  • Termo hidráulica de sistemas de geração de potência
  • Licenciamento de instalações nucleares
  • Radioproteção em aplicações nucleares
  • Segurança de instalações nucleares
  • Gerenciamento de Rejeitos Radiativos

O foco da graduação em Engenharia Nuclear

Ciclo do Combustível Nuclear, que consiste em todas as etapas, desde a extração do minério de urânio, a fabricação de reatores nucleares, montagem, operação, até o gerenciamento de rejeitos radioativos.

Veja mais detalhes do novo curso de engenharia nuclear da USP no link oficial.

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?