Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

UnB lança perguntas e respostas sobre retomada do calendário acadêmico

Abaixo você confere as dúvidas respondidas pela instituição e fica sabendo o que é verdade e em que pé está o processo de discussão da retomada das atividades de ensino

Com o intuito de ajudar a comunidade acadêmica a se informar de maneira correta sobre o retorno das atividades acadêmicas, a Universidade de Brasília, UnB, elaborou um guia de perguntas e respostas acerca do processo. As aulas presenciais foram suspensas no dia 23 de março por conta da pandemia de Covid-19.

Abaixo você confere as dúvidas respondidas pela instituição e fica sabendo o que é verdade e em que pé está o processo de discussão da retomada das atividades de ensino.

A UnB informa que ainda não há data definida para as aulas voltarem, “e que cautela e responsabilidade estarão como princípios de qualquer medida tomada pela Universidade”. Leia as informações a seguir.

Quando as aulas serão retomadas?

Ainda não há uma data para a retomada das atividades de ensino. O calendário acadêmico foi suspenso pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe) – um dos três órgãos colegiados superiores da UnB – em 23 de março e está interrompido desde então.

Soube que as aulas iriam retornar em setembro. É verdade?

Não há previsão para a retomada, que só vai acontecer quando a instituição estiver pronta e após a decisão do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe). O comitê que está preparando a fase de recuperação da pandemia na UnB trabalha com prazos para a realização de etapas de preparo para a volta. Entretanto, tais prazos só passarão a contar quando a data estiver definida.

Como saberemos quando o calendário vai ser retomado? Quem decide isso?

A decisão sobre a volta às aulas compete ao Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe), colegiado da UnB que delibera sobre o calendário acadêmico. Ou seja, não cabe à Reitoria decidir sobre o assunto.

O tema da retomada do calendário será, em momento oportuno, levado para a discussão pelo Cepe, que, então, tomará a decisão, por meio de votação. O Cepe é um dos três colegiados superiores da UnB e possui representantes de todos os institutos e faculdades e de estudantes (de graduação e de pós-graduação).

O que a UnB está fazendo para se preparar?

A administração instituiu, no início de maio, um comitê para estruturar a retomada das atividades acadêmicas. O Comitê de Coordenação de Acompanhamento das Ações de Recuperação (Ccar), presidido pelo vice-reitor, Enrique Huelva, trabalha para incorporar as diversas informações trazidas por áreas acadêmicas e administrativas a respeito de suas especificidades, para que o retorno das atividades ocorra de maneira ordenada.

O Ccar também está ouvindo estudantes, técnicos e docentes, por meio do diálogo com diretores, coordenadores, representantes do DCE, da ADUnB e do Sintfub, de centros acadêmicos e outras lideranças estudantis. As contribuições de todos estão sendo levadas em conta no plano de retomada.

As aulas serão presenciais? A distância?

O plano em discussão prevê uma etapa de retomada 100% remota e outras etapas parcialmente remotas (com atividades presenciais e a distância). O planejamento foi feito considerando as diferentes fases da pandemia do novo coronavírus e as recomendações das autoridades de saúde para a prevenção do contágio. A prioridade é garantir a saúde de todos os membros da comunidade acadêmica.

Desse modo, é provável que haja realização de atividades acadêmicas remotas por determinado período. Tal possibilidade não é o mesmo que educação a distância (modalidade de ensino com pedagogia própria), apenas uma forma de manter exercícios domiciliares por um prazo estabelecido.

Acesse Agora as Principais Notícias no Brasil e fique atualizado

Para isso tudo ser colocado em prática, porém, é preciso aprovação do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe), colegiado da UnB que decide sobre temas acadêmicos.

Como ficará a situação de quem não tem acesso à internet?

Essa é uma das principais preocupações da administração – tanto é que parte importante da retomada é a realização de pesquisa social com todos os membros da comunidade universitária, principalmente estudantes. Este levantamento vai dar uma noção mais real de quantas pessoas precisarão de apoio para a eventual realização de atividades domiciliares.

A retomada do calendário, quando ocorrer, será para todos, que precisam ter condições equânimes de acesso às ferramentas. A administração está em contato com a Secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação (MEC), em busca de uma solução institucional de conectividade, que abarque todo o território nacional (cerca de 36% dos estudantes da UnB vêm de fora do Distrito Federal, por isso a atenção a este detalhe).

Só o CCAR está envolvido?

Não. O CCAR cuida da parte operacional do preparo para a retomada. Ou seja, faz o levantamento das diferentes realidades acadêmicas e articula ações de logística para deixar os campi preparados (mesmo que não haja atividades presenciais). Todo o trabalho, porém, é feito em diálogo constante com diretores de institutos e faculdades, representantes dos conselhos superiores e dos três segmentos que compõem a Universidade (estudantes, técnicos e docentes).

Por que tanta demora em retomar as atividades?

A pandemia exige de todos – indivíduos, sociedade e instituições – cautela e responsabilidade. O objetivo principal, neste momento, é salvar vidas. A UnB fará a retomada no momento adequado, com o cuidado exigido pela situação e sem prejudicar ninguém.

Importante lembrar que, mesmo com o calendário acadêmico suspenso, a Universidade não parou: estão em curso dezenas de projetos de combate à Covid-19, atividades virtuais, acolhimento em saúde mental e tantas outras iniciativas. A UnB permanece viva, ativa e servindo à sociedade brasileira. Informações da Secom UnB.

 

Leia Também:

PENSAR CURSOS brasil 123

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?