Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Enem 2020: Inep registra 6,1 milhões de inscritos

81,7% dos concluintes são de escolas públicas, número 11,2% maior que o registrado no ano anterior.

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 recebeu 6,1 milhões de inscrições. O número foi informado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

O prazo para pagamento da taxa de inscrição terminou na última quinta-feira (28). Sem o pagamento, a inscrição não é concluída. Por esse motivo que o número total de candidatos inscritos poderá mudar.

Dos 6.121.363 inscritos, 6.020.263 se cadastraram para realizar a prova impressa e 101.100 para a versão digital. Será o primeiro ano que o Enem oferecerá uma versão digital.

Do total de inscritos, 65% concluíram o ensino médio em anos anteriores, 23% são concluintes e 12% são treineiros, ou seja, estudantes que não terminaram o ensino médio, mas fazem a prova como forma de conhecimento e treinamento.

O Inep informou ainda que 81,7% dos concluintes são de escolas públicas, número 11,2% maior que o registrado no ano anterior. Os dados são informados pelos próprios candidatos na hora da inscrição.

Por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a prova, que ocorre todos os anos em novembro, está sem data definida. O Inep abriu uma consulta no site para que os candidatos opinem sobre os dias escolhidos para a realização da prova.

A previsão é que a data do exame seja estendida “de 30 a 60 dias em relação ao que foi previsto nos editais”. A enquete será disponibilizada no site a partir de junho e ocorreu depois de o governo enfrentar questionamentos judiciais cobrando o adiamento da prova por causa da pandemia, que levou escolas de todo o país a suspenderem as aulas presenciais.

Estudantes prejudicados

O Conselho Nacional dos Secretários Estaduais de Educação (Consed) havia solicitado ao Inep a prorrogação do prazo de inscrição. A instituição justificou que muitos estudantes que deveriam se inscrever no Enem são de famílias em situação de vulnerabilidade social e não possuem acesso regular à internet.

Leia Também:

brasil 123  

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?