Dívida do Fies: renegociação começa nesta terça (7) na Caixa e no Banco do Brasil

Nesta terça-feira (07), o governo federal está lançando um novo programa de renegociação de dívidas do FIES. Estimativas indicam que quase 1,24 milhão de estudantes universitários e graduados poderão se beneficiar desta iniciativa. A dívida total a ser renegociada é estimada em enormes R$ 54 bilhões.

FIES

O FIES é um programa de financiamento estudantil, destinado a proporcionar acesso a instituições de ensino superior privadas para estudantes que se destacam no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). É importante ressaltar que, ao contrário do Prouni, o FIES não oferece bolsas de estudo, mas sim um tipo de “empréstimo educacional”. Após a conclusão do curso, os beneficiados devem pagar a dívida, com parcelas proporcionais à sua renda.

Anúncio da Renegociação

O anúncio do início das renegociações foi feito após uma reunião no Palácio do Planalto, que contou com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e representantes da Caixa, do Banco do Brasil e do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). O governo pretende publicar uma resolução para que o atendimento comece na terça-feira.

A Pressa do Governo

Houve pressa em abrir as renegociações o quanto antes. Na última quarta-feira, o presidente sancionou a iniciativa. Quinta-feira foi feriado. Na sexta, ocorreu a reunião do grupo gestor do FIES.

Atendimento

O atendimento para a renegociação de dívidas do FIES será realizado tanto presencialmente quanto por telefone. “Tanto a Caixa quanto o Banco do Brasil vão realizar os atendimentos via 0800, por telefone também. E estão preparando o sistema para que a gente possa operacionalizar as renegociações a partir já deste mês”, explicou o porta-voz.

Benefícios da Renegociação

De acordo com o governo, a depender do contrato e das condições do aluno, a renegociação pode abater até 99% do montante principal da dívida e 100% dos juros e multa. “A preocupação do presidente é dar celeridade e urgência para que a gente possa atender esses mais de 1,2 milhão de clientes do FIES que vão ter o direito de renegociar suas dívidas numa situação muito boa, favorável para essas pessoas”, disse o porta-voz.

Dados sobre contratos inadimplentes do FIES

Confira abaixo os dados do governo sobre contratos inadimplentes do FIES por estado:

Passo a passo: veja como vai funcionar o "Desenrola do Fies"
Contratos inadimplentes do FIES por estado. Imagem: Reprodução

Anúncio da renegociação

Após uma reunião com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e representantes da Caixa, do Banco do Brasil e do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), o Ministro da Educação, Fernando Haddad, anunciou o início do processo de renegociação.

Haddad enfatizou a urgência de iniciar a renegociação o mais rápido possível. Ele afirmou que o governo publicará uma resolução para permitir o início do atendimento na terça-feira.

“Era para iniciar hoje, mas vamos aguardar a publicação no DOU [Diário Oficial da União] para que, a partir de amanhã, possa se iniciar o atendimento”, disse Haddad.

Atendimento e condições

Haddad também explicou que o atendimento poderá ser feito por telefone, através da Caixa e do Banco do Brasil.

“Tanto a Caixa quanto o Banco do Brasil vão realizar os atendimentos via 0800, por telefone também. E estão preparando o sistema para que a gente possa operacionalizar as renegociações a partir já deste mês”, explicou.

O governo declarou que, dependendo do contrato e das condições do aluno, a renegociação pode reduzir até 99% do valor principal da dívida e 100% dos juros e multa.

O presidente Lula sancionou o projeto que prevê o refinanciamento das dívidas do FIES, com o objetivo de acelerar o processo e ajudar mais de 1,2 milhão de beneficiários do FIES a renegociar suas dívidas.

Ensino superior

A renegociação das dívidas do FIES é uma oportunidade valiosa para muitos estudantes e graduados que estão lutando para pagar suas dívidas estudantis. O governo está claramente comprometido em tornar o ensino superior mais acessível para todos, e esta iniciativa é um passo significativo nessa direção. É importante que os interessados procurem o atendimento o mais rápido possível para se beneficiar dessa renegociação.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.