Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

E-Grocery: O que é e como funciona?

A expansão do supermercados e-commerce.

O supermercado online está entre os nichos que mais cresceram, devido a mudança de comportamento dos consumidores diante a pandemia.

A Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) registrou a abertura de 107 mil lojas virtuais, em pouco mais de dois meses, entre 23 de Março e 31 de Maio.

Os itens que mais impulsionaram esse crescimento foram: produtos de limpeza, alimentos, bebidas, roupas e calçados.

Aumentou, inclusive, a procura por bens não duráveis na internet, o que antes não fazia parte da cultura brasileira.

  • Crescimento das vendas virtuais

O crescimento das vendas do comércio eletrônico em todo o mundo tornou o varejo mais complexo e competitivo.

Levando os grupos de varejo de supermercado a implantarem plataformas online, para explorar novas oportunidades em vendas em todo o mundo.

Os benefícios das compras online são diferentes, para os varejistas e para os consumidores.

Para os varejistas de supermercados online, fornecem horários de negociação ilimitados, maior alcance geográfico, aprimora o atendimento ao cliente, reduz ciclo de produção e cria transações mais rápidas.

O E-grocery  para os consumidores, já fornece valor econômico, ampla variedade de produtos, conveniência, economia de tempo, entrega em domicílio e acesso a vários mercados.

  • Dificuldades do E-Grocery

Os produtos perecíveis ainda são um grande desafio para os e-grocery, pois os alimentos possuem um período curto de frescor, com isso os clientes esperam uma entrega pontual com produtos bons e de qualidade.

Nessa hora entra um outro desafio, a parte de logística, pois antes o consumidor realizava a compra no mercado, agora online a parte de separar produto, checkout, embalagem e transporte fica por conta do mercado.

Lembrando que o lucro e o sucesso do E-Grocery depende da excelência do transporte, gerenciamento e distribuição do estoque.

  • Disponibilidade do produto

Estar atento ao que está sendo oferecido e o que tem no estoque é fundamental, além de criar uma credibilidade com o cliente.

Como as compras online são imprevisíveis, os pedidos podem exceder os níveis regulares de estoque, gerando assim uma frustração do cliente.

  • Treinamento de funcionários

Os funcionários que atuam nesse ramo precisam estar qualificados e ter a experiência necessária, especialmente os cargos de gerente, compradores pessoais e motoristas.

Devido a isso, é importante o treinamento da equipe, e também de funcionários de outro setor, pois na ausência de um funcionário, um outro também pode realizar a operação.

Por fim, quem empreende nesse ramo precisa saber que, a satisfação do cliente é a principal preocupação.

Manter alimentos frescos, uma boa logística e funcionários prontos para atender é essencial.

 

Avalie o Texto.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.