Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Governo recebeu 10 mil denúncias sobre fraudes no auxílio emergencial

Denúncias sobre possíveis fraudes podem ser feitas no painel Fala.Br

Em dois meses, o governo brasileiro recebeu 10 mil denúncias sobre possíveis fraudes no auxílio emergencial de R$ 600. Os dados do Fala.Br conta com 73 mil tipos de manifestações.

Além das denúncias, as manifestações abrangem 26 mil reclamações, 18 mil solicitações, 15 mil comunicações e 2 mil sugestões. As manifestações foram feitas entre 22 de maio e 24 de julho. Grande parte delas foi encaminhada ao Ministério da Cidadania.

O painel Fala.Br não cuida apenas de manifestações sobre o auxílio emergencial de R$ 600. Também são registradas manifestações sobre o coronavírus. Entre elas, há 1,6 mil denúncias contra empresas, reclamações sobre hospitais, denúncias sobre não isolamento, contra prefeituras e sobre desobediência ao isolamento.

Como denunciar possíveis fraudes?

Para checar o cadastro, entre no site da Dataprev. Informe nome completo, CPF, data de nascimento e nome da mãe.

Se a resposta é “Requerimento não encontrado”, o CPF consultado não tem pedidos realizados. Se a resposta for “Em processamento, foi aprovado, não aprovado, requerimento retido ou dados inconclusivos”, foi feito cadastro utilizando o CPF pesquisado.

Se a resposta for “Benefício em processamento”, o CPF foi usado e o pedido está em análise. Se aparecer “Aprovado”, o benefício foi liberado e será pago na data correspondente do calendário oficial na conta indicada no cadastro. Se as respostas forem “Não aprovado, requerimento retido ou dados inconclusivos”, foi feito o pedido, mas a Dataprev encontrou inconsistências ou irregularidades.

No caso de fraude detectada, ela deve ser denunciada pelos telefones 121 ou 0800-707-2003. Também é possível fazer a denúncia em qualquer agência da Caixa Econômica Federal.

Leia Também:

PENSAR CURSOS brasil 123

1 comentário
  1. Wanderson Diz

    Tinha que ser quem foi demitido esse ano pra receber o seguro desemprego agora isso é muito sacanagem com nois trabalhadores foi demitido dia 3 de março

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?