Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Dicas de redação: Construção de Períodos

A escrita de uma redação dissertativa como a exigida pelo Enem, em vestibulares e outros processos seletivos, demanda conhecimento sobre como construir uma boa estrutura textual. Assim, além de dividir bem o texto em introdução, desenvolvimento e conclusão, é preciso saber construir períodos de maneira adequada, com encadeamento lógico e coerência verbal.

Em resumo, o período é a frase que contém pelo menos uma oração. Desse modo, o período pode ser simples, constituído de uma só oração, ou pode ser composto, ou seja, formado por duas ou mais orações. No segundo caso, o período pode ser composto por coordenação, composto por subordinação ou composto por ambos os tipos de relações.

Dicas para a construção de períodos

Em redações como a do Enem, por exemplo, o ideal é que os parágrafos apresentem períodos mais curtos, que possibilitem uma leitura rápida, sem truncamentos, e de fácil compreensão. Desse modo, é preciso ter o cuidado de não abordar mais de um ponto em um mesmo período. Ao restringir o assunto, será mais simples articular os elementos e orações dentro do período.

Apostar em períodos mais curtos pode ainda evitar desvios no uso de conjunções, de pontuações e erros de concordância. Nesse sentido, uma dica é abrir mão dos artigos indefinidos já que podem causar efeitos indesejados no texto.

O período deve conter um pensamento completo, ou seja, deve fazer sentido por ele próprio, mesmo que complemente uma ideia de outro período. As construções sintáticas mais simples são ideais em textos dissertativos e não literários pois facilitam a compreensão e evitam erros de interpretação.

Por fim, tenha muito cuidado com a correlação verbal entre as orações do período quando este for composto. É preciso manter a coerência temporal nos verbos presentes em um mesmo período. Além disso, lembre-se de usar elementos de coesão referencial e de coesão sequencial para unir os elementos em seus períodos.

E aí? Gostou do texto? Então deixe aqui o seu comentário!

Leia Como citar de acordo com as regras da ABNT.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.