Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

3.5/5 - (2 votes)

Dicas de como elaborar melhor suas anotações

A maioria dos estudantes afirma que o material de estudo escrito é seu principal suporte de estudos. Escrever é um método eficiente de registrar o conteúdo passado nas aulas. A elaboração de anotações contribuem com o processo de aprendizado ajudando na fixação de informações importantes.

Por isso, se bem aplicada, essa técnica simples pode fazer toda a diferença no rendimento dos seus estudos e na fixação dos assuntos de cada matéria. Nesse sentido, existem algumas estratégias bem úteis. Confira abaixo!

Dicas para elaborar melhores anotações

A nossa primeira dica é determinar quais conteúdos precisam realmente ser registrados. O objetivo não é transcrever a fala dos professores ou copiar os textos na íntegra. O objetivo é resumir as ideias principais. Por isso, divida os assuntos por matéria e mantenha suas anotações sempre em ordem. Para se localizar melhor você pode, por exemplo, atribuir cores distintas para cada matéria.

Estar previamente familiarizado com o tema também é uma ótima dica. Antes de ir para a aula, faça uma breve leitura do conteúdo que será apresentado. Isso vai ajudar a acompanhar melhor as explicações do professor em sala. Assim, você terá maior facilidade para anotar o que for relevante. 

Outra dica é nomear e datar os registros, anotando também as referências citadas. Com esses dados, você poderá procurar um material extra que traga outras explicações sobre o tema, como as videoaulas e mini cursos disponíveis em diversos sites. 

Há ainda recursos visuais como setas, caixas, sublinhado e marca-texto. Esses recursos otimizam a leitura, por exemplo, e ajudam a memorizar os conceitos. Já para aqueles que preferem a escrita em caderno, fazer uma subdivisão dos temas por tópico pode ser bem eficiente. Por fim, evite ser prolixo nas e faça anotações claras e diretas. Além disso, sempre que possível insira um exemplo para facilitar a compreensão na hora da revisão. 

E aí? Gostou do texto? Então deixe aqui o seu comentário!

Leia também Citação direta e indireta: como citar de acordo com as regras da ABNT.

3.5/5 - (2 votes)
1 comentário
  1. Luiz Diz

    Fraco. Poderia abordar o tema com maiores detalhes.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.