Descubra os golpes mais frequentes no Brasil e aprenda a se defender

Os golpes têm se tornado cada vez mais frequentes no Brasil, afetando milhões de pessoas em todo o país. De acordo com dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, o número de ocorrências quadruplicou em apenas cinco anos, passando de 426.799 em 2018 para impressionantes 1.819.409 em 2022. Isso significa uma média de 207 casos registrados por hora. Com a intensificação do processo de digitalização das finanças e as mudanças de comportamento ocasionadas pela pandemia, os golpistas encontraram novas oportunidades para aplicar seus golpes.

O crescimento exponencial dos golpes

O Brasil passou por um intenso processo de digitalização das finanças nos últimos anos, mas essa tendência foi ainda mais acelerada com a pandemia do COVID-19. O acesso e o gerenciamento digital se tornaram não só uma facilidade, mas também um campo fértil para os criminosos da área. Com a maioria das transações sendo realizadas online, as pessoas se tornaram alvos fáceis para os golpistas, que se aproveitam da falta de conhecimento e da ingenuidade de muitos usuários.

Os golpes mais comuns

Os golpistas estão sempre se reinventando para enganar as pessoas e conseguir seus objetivos. Alguns dos golpes mais comuns incluem:

  1. Falso bilhete premiado: Nesse golpe, os criminosos entram em contato com a vítima informando que ela ganhou um prêmio em dinheiro ou algum outro prêmio valioso. Para receber o prêmio, a vítima precisa fazer um depósito antecipado ou fornecer informações bancárias. No final, a vítima acaba perdendo dinheiro ou tendo sua conta bancária comprometida.
  2. Mão fantasma: Nesse golpe, os golpistas entram em contato com a vítima se passando por um parente ou amigo em uma situação de emergência. Eles afirmam que precisam de dinheiro imediatamente para resolver o problema e pedem que a vítima faça um depósito ou transferência bancária. Muitas pessoas, preocupadas com o bem-estar de seus entes queridos, acabam caindo nesse golpe.
  3. Falso brinde de aniversário: Esse golpe ocorre principalmente nas redes sociais. Os criminosos enviam mensagens parabenizando a vítima pelo seu aniversário e oferecendo um brinde especial. No entanto, para receber o brinde, a vítima precisa fornecer informações pessoais, como CPF, número de telefone ou endereço. Essas informações podem ser usadas para realizar outras fraudes ou roubar a identidade da vítima.

Como evitar cair em golpes

Para evitar se tornar uma vítima de golpes, é importante seguir algumas medidas de segurança:

  • Não fornecer senhas ou outros dados de acesso em sites não oficiais: Sempre verifique se o site é seguro e oficial antes de fornecer qualquer informação pessoal ou bancária.
  • Desconfie de mensagens solicitando dinheiro: Mesmo que a mensagem pareça ser de alguém próximo, sempre confirme a veracidade com a pessoa pessoalmente ou por meio de um canal de comunicação confiável.
  • Utilizar somente os canais oficiais do seu banco: Evite clicar em links suspeitos ou fornecer informações pessoais em sites não confiáveis. Sempre acesse o site do seu banco diretamente pelo navegador.
  • Manter o sistema operacional do celular e aplicativos sempre atualizados: As atualizações de segurança são essenciais para garantir a proteção do seu dispositivo contra possíveis vulnerabilidades.

O posicionamento dos bancos

As instituições financeiras estão cientes do aumento dos golpes e estão tomando medidas para proteger seus clientes. A Caixa Econômica Federal, o Itaú Unibanco, o Nubank e o Bradesco estão investindo em tecnologia e inteligência artificial para aprimorar a segurança de seus sistemas. No entanto, é importante ressaltar que os bancos nunca entrarão em contato solicitando senhas ou informações pessoais por telefone ou e-mail. Caso você receba alguma mensagem suspeita, entre em contato com seu banco imediatamente para verificar a veracidade da mensagem.

Esteja atento e evite ser a vítima

Os golpes estão se tornando cada vez mais comuns no Brasil, e é fundamental estar atento para evitar se tornar uma vítima. Seguindo as dicas de segurança mencionadas anteriormente e desconfiando de qualquer solicitação de informações pessoais ou financeiras, você estará reduzindo significativamente as chances de cair em algum golpe. Lembre-se sempre de que a prevenção é a melhor maneira de se proteger contra os golpistas.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.