Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Curva do esquecimento: O que é e como evitá-la em seus estudos para concurso

A revisão detalhada das anotações após cada aula / sessão de estudo, ou pelo menos em algum momento do dia antes de ir para a cama, aumentará muito sua capacidade de lembrar o que aprendeu.

Estudos indicam que, ao final de nove semanas, os estudantes que revisam suas anotações em um dia relembram cerca de 75% do que aprendem.

Em contrapartida, os que não revisam suas anotações logo após a aula não conseguem de lembrar nem mesmo 50% das informações no dia seguinte. Além disso, retiveram um pouco mais de 20% dos conteúdos que estudaram nove semanas depois.

O fato é que aprendemos e lembramos por meio da repetição. Durante a revisão de suas anotações, o recomendado é que você acrescente qualquer informação adicional que recordar do que estudou no dia ou acrescente perguntas para ajudá-lo a estudar o material posteriormente.

Durante a revisão de suas anotações, você também pode descobrir que não entendeu alguns dos dados que anotou e que precisa de esclarecimentos ou fazer uma nova pesquisa.

O que é a curva do esquecimento

A curva de esquecimento consiste em uma representação visual de como esquecemos diferentes partes de informação ao longo do tempo sempre que não fazemos nenhuma tentativa de retê-la.

Quanto mais tentamos reter uma informação, mais forte se torna a memória dessa informação. Quanto mais forte for a memória, maior será a probabilidade de sermos capazes de lembrar as informações ao longo do tempo.

curva do esquecimento

Revisão pode evitar

Você pode ver esse fenômeno em ação no gráfico da curva de esquecimento. Quando aprendemos algo pela primeira vez, esquecemos rapidamente muitas dos conteúdos relacionados, geralmente em alguns dias.

Entretanto, se revisarmos essas novas informações no dia seguinte, provavelmente nos lembraremos do que aprendemos por um longo período de tempo.

Além disso, se continuarmos a revisar o que aprendemos nos próximos dias, armazenaremos essas novas informações por períodos de tempo muito maiores.

Vale dizer que a memória não é uma coisa estática, e nem tudo que aprendemos será igualmente bem lembrado. Pegue, por exemplo, uma série de materiais que você lerá ao longo do dia voltado para o próximo concurso.

A primeira leitura acontecerá às oito da manhã, a segunda às dez da manhã e última ao meio dia. Na primeira atividade você ainda está meio sonolento, na segunda está bem mais ativo, contudo, na última sente um cansaço ou ansiedade para almoçar. Ou seja, pode não haver uma linearidade.

E então, gostou de conhecer mais sobre a curva do esquecimento?

Não deixe de ler –Dicas para ir bem nos concursos da Defensoria Pública

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.