Consignado do Auxílio Brasil estará disponível em 2023?

O empréstimo consignado do Auxílio Brasil foi liberado para os beneficiários do programa social no dia 10 de outubro de 2022. No entanto, com um novo presidente eleito, muitos ficam com dúvidas sobre a manutenção do serviço em 2023.

O empréstimo consignado do Auxílio Brasil foi liberado para os beneficiários do programa social no dia 10 de outubro de 2022. Desde então, o serviço já atendeu milhares de pessoas, que normalmente utilizam os recursos para pagar suas dívidas.

De todo modo, com um novo presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), muitos ficam com dúvidas sobre a manutenção do serviço em 2023, uma vez que o consignado do Auxílio Brasil foi uma das estratégias eleitorais do presidente Jair Bolsonaro.

 

Quem pode solicitar o consignado do Auxílio Brasil?

Podem solicitar o empréstimo consignado do Auxílio Brasil os beneficiários que:

  • Estão no programa a menos de 90 dias;
  • São responsáveis familiares, tendo estes o poder de assinar a autorizar o desconto na folha de pagamento;
  • Possuem o cadastro no CadÚnico atualizado.

 

Será possível pedir consignado do Auxílio Brasil de 2023?

De acordo com a Caixa Econômica Federal, as contratações ao empréstimo consignado do Auxílio Brasil estão suspensas até o dia 14 de novembro. Isso porque, a instituição financeira junto com a Dataprev estão processando a folha de pagamento do benefício deste mês.

Todavia, não é só a Caixa que oferece o serviço. O Banco Pan, por sua vez, acredita que o próximo presidente perceberá que o consignado do programa social é uma ótima oportunidade econômica para o país. Até o momento, não há nenhum indício negativo sobre a operação do consignado.

Desse modo, é esperado que o serviço continue ativo em 2023, inclusive, por meio da Caixa Econômica, banco que apresentou o maior número de contratações até aqui. Porém, como mencionado, a movimentação dos valores só estarão disponíveis a partir do dia 14 deste mês.

 

Suspensão do consignado do Auxílio Brasil

Vale ressaltar que esta não é  primeira vez que a Caixa suspende o consignado do Auxílio Brasil, entre os dias 21 e 24 de outubro o mesmo ocorreu, sob justificativa que estava ocorrendo uma “manutenção programada nos ambientes tecnológicos” do banco e da Dataprev.

Quando a operação do serviço voltou, o prazo máximo para a Caixa liberar o dinheiro tomado por meio do consignado do Auxilio Brasil passou de dois para cinco dias. Na época, cerca de 200 mil beneficiários do programa social que já haviam contratado o consignado tiveram que refazer o pedido.

 

Contratação do consignado 

Deixando bem claro, o consignado do Auxílio Brasil se refere a uma linha de crédito cujas parcelas são diretamente descontadas da folha de pagamento do benefício pago pelo programa social. Para que fosse liberado, o Ministério da Cidadania regulamentou toda a operação no fim do último mês.

Considerando o texto publicado, os beneficiários terão até 24 meses (2 anos) para quitar a dívida, dependendo do valor contratado e do número de parcelas acordado. Além disso, as taxas de juros aplicadas pelos bancos não podem ultrapassar a marca de 3,5% ao mês, mas podem ser inferiores.

No mais, cada contemplado só pode comprometer até 40% do valor do seu benefício na contratação do consignado. Desse modo, ao considerar o pagamento tradicional de R$ 400 do programa, cada parcela da dívida só pode chegar a R$ 160, caso contrário, a contratação é inviável.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.