Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Congresso pede explicação sobre falta de Auxílio para pessoas que precisam

De acordo com as informações oficiais, parlamentares querem entender a situação de pessoas que não estão recebendo auxílio nenhum agora

De acordo com informações do Ministério da Cidadania, cerca de 39 milhões de pessoas estão recebendo as parcelas do Auxílio Emergencial neste momento. Outros 4 milhões estão pegando as quantias do Bolsa Família. No entanto, de acordo com o Congresso, mais gente poderia entrar nesta conta. Pelo menos é o que eles acham. 

Segundo informações oficiais, parlamentares de oposição protocolaram um ofício para o Ministério da Cidadania. Neste documento eles cobram explicações sobre o fato de que milhões de pessoas que precisam não estejam recebendo nem o Auxílio Emergencial e nem o Bolsa Família neste momento.

“Acabamos de protocolar um documento de informações para que o Ministério da Cidadania explique porque milhares de famílias identificadas pelo ministério como em situação de extrema pobreza, não estão recebendo nem o Bolsa Família, nem o Auxílio Emergencial”, disse a Deputada Natália Bonavides (PT-RN).

Hoje, de acordo com o próprio Ministério da Cidadania, cerca de R$ 7 bilhões irão sobrar dos pagamentos do Auxílio Emergencial. Isso mesmo considerando portanto que muita gente que está fora do benefício precisaria de parte desse dinheiro. O próprio Ministro da Economia, Paulo Guedes, reconheceu que o problema existe.

Em entrevista recente, o chefe da pasta econômica disse que milhões de pessoas são invisíveis aos olhos do estado. São brasileiros que precisariam de ajuda, mas que por algum motivo não estão conseguindo ingressar em programas sociais nem do Palácio do Planalto nem dos Governos estaduais.

Auxílio para invisíveis

Isso não quer dizer que o Ministério vai dar justamente essa explicação para esse documento. O fato é que os membros do Governo Federal ainda não receberam esse questionamento, então nem tinham como responder ainda.

A dúvida dos deputados gira muito mais em torno de uma possível falta de visão do Governo em reconhecer a situação de pessoas que precisam do benefício. São brasileiros que atendem portanto todas as regras do Auxílio. Pelo menos é o que eles dizem. 

Para esses cidadãos, a única saída agora é mesmo esperar. É que de acordo com o próprio Palácio do Planalto não há qualquer previsão de inserção de novas pessoas no Auxílio Emergencial nem agora, e nem na prorrogação.

Olho nos invisíveis

De acordo com membros do Governo Federal, a regra agora é focar diretamente neste segundo semestre quando o assunto é o pagamento de benefícios. Por isso, a ideia é apostar tudo no Bolsa Família.

O programa novo vai ter um aumento nos valores e também uma elevação no número de beneficiários. De acordo com informações de bastidores, uma das metas é finalmente inserir as pessoas que hoje não ganham nada do Governo.

No entanto, segundo informações do próprio Ministério da Cidadania, é pouco provável que eles consigam inserir muita gente nesse novo projeto. Há quem diga, por exemplo, que no máximo mais 2 milhões de pessoas irão entrar no benefício.

De qualquer forma, ainda tem muitas questões para fechar sobre esse projeto. O Governo ainda não concluiu o texto. Pelo menos é isso o que a imprensa está dizendo neste momento. Falta saber, por exemplo, a questão dos valores também. A ideia do Planalto é apresentar tudo isso até antes do recesso parlamentar.

2 Comentários
  1. Deise Feijó da Silva Diz

    Eu Deise Feijó da Silva sou uma desses que precisa mas não recebe. Moro só em outro endereço e me negaram, morava com meu filho quando fiz o cadastro do auxílio emergencial desde do ano passado mudei moro só e me negaram o auxílio. Sem dá chance de contestar ou fazer outro cadastro tô sem o auxílio. Fiz o cadastro no CRAS mas até agora nada. Muita maldade tirar de quem precisa.

  2. CRISTIANA MARIA FERREIRA DE JESUS DE PAULA Diz

    Boa tarde meu nome e Cristiana sou mãe solteira e meu auxílio foi bloqueado sem explicações preciso muito desse auxílio pois não estou trabalhando e o pai do meu filho não me ajuda eu tenho direito me ajudem por favor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.