Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Confirmado! Governo não vai abrir cadastro para prorrogação do auxílio emergencial

De acordo com informações oficiais, o Governo Federal não vai abrir nenhum tipo de inscrição para a prorrogação do Auxílio Emergencial

Não adianta insistir. O Governo Federal bateu o martelo e decidiu não abrir inscrições para novas entradas na prorrogação do Auxílio Emergencial. Com isso, o benefício em questão vai continuar chegando na casa dos 39,3 milhões de brasileiros que estão recebendo o dinheiro do programa neste momento no Brasil.

Essa é uma questão que interessa a muita gente no país. É que milhões de cidadãos afirmam que precisam do dinheiro e que não estão recebendo nem o Auxílio Emergencial e nem o Bolsa Família. Esses brasileiros nutriam uma certa esperança de que o Governo pudesse abrir novas inscrições.

Isso não ficou muito longe de acontecer. De acordo com informações de bastidores, vários membros do Ministério da Economia consideraram a possibilidade de inserir mais gente no programa. Até porque o Governo está pagando o benefício para menos gente do que esperava que fosse pagar a esta altura.

De acordo com as projeções do Ministério, os pagamentos destes primeiros quatro meses de benefícios terão sobras. São cerca de R$ 7 bilhões. Esperava-se que o Governo pudesse colocar mais alguns milhões de pessoas para que eles pudessem receber esse dinheiro em questão, mas isso não aconteceu.

Segundo informações oficiais, o Governo preferiu pegar esses R$ 7 bilhões e inserir direto nessa prorrogação. Então no final das contas, essa quantia vai acabar servindo para as pessoas que já estão recebendo o benefício neste momento. Pelo menos essa é a informação oficial que se tem até agora.

Nem Auxílio, nem Bolsa

Para essas pessoas que não estão recebendo nenhum dos dois benefícios, uma saída pode ser o novo Bolsa Família. De acordo com informações do Governo Federal, o programa em questão deverá ficar pronto no último trimestre.

A tendência é que eles insiram novas pessoas nesse projeto. Então ao contrário do Auxílio, novos usuários poderão ter chances de entrar. O problema aqui é que o Governo Federal divulgou poucos detalhes sobre esse programa.

Não se sabe, por exemplo, qual será o valor médio de pagamentos. Além disso, eles também não divulgaram quantas pessoas poderão receber esse benefício em questão. Por isso, a única saída mesmo é esperar.

Invisíveis

Em entrevistas recentes, o Ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que o Governo Federal tem total ciência da existência dos “invisíveis”. Esse é o termo que ele usa para se referir ao público que não está recebendo nenhum benefício.

São brasileiros que estão precisando de ajuda, mas que por algum motivo não estão conseguindo entrar em nenhum desses projetos sociais. De acordo com o Ministro, a meta agora é fazer com que o Planalto atenda essas pessoas.

Só falta mesmo decidir como fazer isso. É que o teto de gastos está impedindo que o Governo pague benefícios sociais para boa parte da população neste momento. Pelo menos é isso o que eles estão dizendo agora. 

Há quem diga que o Governo deve inserir mais 2 milhões de pessoas. No entanto, essa ainda não é uma questão fechada. De acordo com informações de bastidores, o Planalto ainda não fechou o texto do novo Bolsa Família.

8 Comentários
  1. Carlos Henrique paulo Diz

    Bom dia ,o Brasil atravessa um grande dilema humanitário,eu mesmo com 56 anos autônomo sinto na pele o que e falta de um emprego uma renda,e como se nós não existisse para o mundo ,mas pouco que cai no nosso bolso já ajuda.

  2. Magna de oliveira Alves Diz

    Aecio de paula o que vai ser feito cm as maes solos bloqueados

  3. Adeilton Diz

    Bom dia muito políticos que não tem caráter fazendo do seu mandato a casa da dinda numa corrupção sem medidas e o povo brasileiro q não tem nem um pão para comer e os sem caráter numa roubalheira infinita as custas da desgraça do povo tem q tirar o poder desses sem caráter não deixa esses ter acesso ao dinheiro para ver se talvez tenha uma solução

  4. Andelson Diz

    falta de respeito com o povo , uns recebe e outro não é como fica pra aquela s pessoas que estão desempregados , que perderam seus empregos que não está recebendo nada , muito estão precisando ,este governo e um piada , não estão nem aí com os interesse da nação !

  5. Andelson Diz

    falta de respeito com o povo , uns recebe e outro não é como fica pra aquela s pessoas que estão desempregados , que perderam seus empregos que não está recebendo nada , muito estão precisando tbm !

  6. Alex Diz

    Faz o rodizio. Nao eram duas pessoas por familia. A primeira ja recebeu, agora é a vez da segunda receber. Assim todo mundo ganha. A constituição nao é igual para todos?

  7. Herculano Lopes Soares Diz

    Com isso pode Jairpreparando a derrota nas próximas eleições, quem está recebendo diz que não votou nele, imagine os outros com essas medidas incabíveis do Ministério da Economia, Bolsomerda pode dar adeus ao poder de ser Presidente da República outra vez.

  8. Tadeu Diz

    Boa noite, como pode,a mais de um ano se encerrou a inscrição para o auxílio e não se abriram mais.Deixaram milhões de brasileiros a deriva passando fome.Eu perdi meu emprego a mais de um ano e não consigo me inscrever em nenhum auxilio. Estes crapulas ainda querem se reeleger.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.