Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Confira quem pode receber o FGTS e o PIS/Pasep em 2021

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e o abono PIS/Pasep são dois benefícios de direito dos cidadãos que trabalham com carteira assinada. Cada um possui regras especificas para liberar o pagamento, no entanto, anualmente o governo permite que trabalhadores tenham acesso a esses valores.

Confira a seguir em quais situações cada benefício pode ser liberado em 2021.

Abono salarial do PIS/Pasep

Os trabalhadores que atuaram com carteira assinada ao menos 30 dias em 2019, devem sacar o benefício até o dia 30 junho. Caso não resgate o abono, o valor retornará os cofres públicos. Até o momento, cerca de 500 mil cidadãos ainda não sacaram o PIS/Pasep.

Além disso, para receber o benefício salarial o trabalhador precisa:

  • Estar cadastrado no PIS/Pasep pelo menos há 5 anos;
  • Ter recebido em média até dois salários mínimos, no ano-base em questão;
  • Ter trabalhado com carteira assinada, no mínimo, por 30 dias no ano-base; e
  • Ter as informações corretas concedidas pela empresa na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS).

Abono salarial 2020/2021

O PIS/Pasep previsto para ser liberado este ano, do ano-base 2020, foi adiado pelo Conselho Deliberado do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat). Agora, os trabalhadores só terão acesso ao benefício em 2022.

O cronograma de liberação ainda não foi divulgado, mas segundo informações, o pagamento do PIS/Pasep 2020 deve ocorrer a partir de fevereiro de 2022. Vale ressaltar, que o abono 2021, também deve ser concedido em 2022.

Saques do FGTS

Em 2021, o Fundo de Garantia só pode ser liberado em dois casos, pelo saque-aniversário e pelo saque rescisão. A primeira opção, é uma modalidade que concede ao trabalhador parte do seu FGTS todos os anos no mês do seu aniversário, já a segunda, é disponibilizada ao trabalhador quando é demitido sem justa causa.

Veja também: FGTS: Trabalhador consegue sacar integralmente após comprovar falta de renda

2 Comentários
  1. Binho Diz

    acho muito errado não pagar o PIS para pagar com nosso dinheiro o pessoal do auxilio emengencial sendo que muitos trabalhadores conta com esse dinheiro para paga contas ou até mesmo compra comida para dentro de casa sem fala que tem muitas pessoas desempregadas que trabalhou alguns messes do ano 2020 que contava com esse dinheiro.

  2. Binho Diz

    Que roubalheira desses governo como vai ficar pra trás um ano de PIS e depois não vão pagar dois juntos. Igual fez com pessoal do blsa família.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.