Concurso TJ anuncia edital com 300 vagas e salários acima de R$ 7 MIL

Confira mais detalhes sobre os cargos

As oportunidades do concurso TJ serão para nível superior

Este concurso TJ – Tribunal de Justiça- anuncia que o edital será voltado para nível superior. Portanto, os intessados poderão verificar a seguir maiores esclarecimentos.

São 300 vagas, uma grande oportunidade neste momento. Veja todos os esclarecimentos.

Novo Concurso TJ MS

Rumores indicam que o próximo concurso do Tribunal de Justiça do Estado do Mato Grosso do Sul (TJ MS) poderá oferecer cerca de 300 vagas, conforme informações não oficiais divulgadas recentemente. A confirmação do número exato de oportunidades está prevista para as próximas semanas, enquanto a expectativa é que o edital seja publicado até o início de 2024, com as provas programadas para março ou abril.

O concurso TJ MS contemplará vagas nos cargos de técnico e analista, ambos exigindo nível superior e apresentando salários iniciais de R$ 7.148,63. A banca organizadora preliminarmente escolhida é a Fundação Getúlio Vargas (FGV). As áreas específicas de atuação para esses cargos ainda serão anunciadas.

Estrutura das Provas: Conhecimentos Gerais e Específicos

A avaliação deve consistir em 60 questões, divididas da seguinte forma:

  • Conhecimentos Gerais: 20 questões
  • Conhecimentos Específicos: 40 questões

Na parte objetiva, os candidatos serão testados em disciplinas como língua portuguesa e noções de legislação.

 

Concurso TJ anuncia edital com 300 vagas e salários acima de R$ 7 MIL
Concurso TJ anuncia edital com 300 vagas e salários acima de R$ 7 MIL. Imagem: Reprodução

Último Concurso TJ MS (2022)

O último concurso para servidores do TJ MS ocorreu em 2022, quando foram considerados até 250 cadastros de reserva para o cargo de analista na área jurídica. A FGV também foi a banca organizadora nesse processo seletivo.

As atribuições do cargo de analista na área jurídica incluíam diversas responsabilidades, como dar andamento aos processos, cumprir atos decorrentes, expedir documentos, controlar prazos, entre outras.

A prova objetiva desse concurso de 2022 abordou 60 questões, distribuídas entre conhecimentos básicos (língua portuguesa e noções de legislação) e conhecimentos específicos. A seleção visava atender às demandas jurídicas do tribunal, garantindo profissionais qualificados para as responsabilidades da área.

O que faz um analista

  • 1. Dar andamento aos documentos e aos processos;
  • 2. Cumprir os atos decorrentes dos termos do processo com seus respectivos lançamentos no Sistema de Automação do Judiciário – SAJ;
  • 3. Expedir os atos decorrentes dos termos do processo;
  • 4. Controlar e certificar o prazo dos processos em andamento;
  • 5. Digitar, digitalizar e liberar as peças do processo digital;
  • 6. Providenciar reprodução do material solicitado;
  • 7. Afixar e desafixar edital;
  • 8. Controlar e efetuar remessa e recebimento de processo no sistema;
  • 9. Controlar a carga de processo;
  • 10. Zelar pela conservação dos mandados, livros, equipamentos, documentos e materiais sob aresponsabilidade de sua área;
  • 11. Atender aos usuários no balcão;
  • 12. Atender e informar os advogados e as partes nas consultas dos autos em andamento, observando o que dispõe o artigo 155 do Código de Processo Civil;
  • 13. Manter nos autos digitais a coerência entre a movimentação unitária e as filas de trabalho;
  • 14. Conferir e assinar digitalmente, quando for o caso, os documentos expedidos nos autos;
  • 15. Manter-se atualizado para a correta aplicação da legislação relacionada a sua área de atuação;
  • 16. Exercer outras atribuições compatíveis com sua função determinadas pelo superior hierárquico.

Sobre o órgão

O Tribunal de Justiça do Estado do Mato Grosso do Sul (TJ MS) é tipo o “chefe” do Judiciário aqui no estado. Sabe o que ele faz?

  • Resolve Problemas na Justiça: O TJ MS cuida dos rolos legais, ajudando a resolver conflitos e disputas que aparecem por aqui.
  • Olha os Recursos: Se alguém não curte uma decisão de um juiz ou de outro órgão do tribunal, pode pedir para o TJ MS dar uma olhada nisso e ver se tá tudo certo.
  • Comanda a Justiça: Ele é o chefão da turma toda, gerenciando gente, dinheiro e tecnologia para garantir que tudo funcione direitinho na justiça estadual.
  • Faz Regras: Às vezes, o tribunal ajuda a criar regras e regulamentos para melhorar o jeito como a justiça funciona por aqui.
  • Protege Nossos Direitos: O TJ MS é importante para garantir que a galera tenha acesso à justiça e que as leis sejam aplicadas do jeito certo.
  • Verifica se Tudo é Constitucional: Ele também dá uma conferida para garantir que as leis do estado estejam de boa com a Constituição Federal.
  • Escolhe Juízes: Quando precisa de juízes novos, o TJ MS organiza concursos públicos para selecionar quem vai fazer parte do time.

Basicamente, o TJ MS é como o maestro da orquestra da justiça no Mato Grosso do Sul, cuidando para que tudo toque harmoniosamente e para que a justiça seja feita do jeito certo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.