Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Como obter green card para estudar fora

Profissionais de diversas áreas podem ter residência fixa nos Estados Unidos e obter o tão sonhado green card por meio da qualificação profissional de destaque em suas áreas de atuação. 

Residir e estudar fora é um sonho possível para qualquer brasileiro e existem várias categorias de vistos para profissionais que dão essa oportunidade sem precisar de uma oferta de emprego em uma empresa norte-americana. 

A saber, os vistos EB1 e EB2 NIW, são concedidos para os profissionais com boa experiência em suas áreas de conhecimento. 

Além disso, precisam de habilitação e experiência comprovadas, assim como um histórico de contribuições e reconhecimento ao longo de suas carreiras. 

Se você quer saber tudo sobre conseguir um green card para estudar fora, acompanhe o restante do artigo e fique por dentro! 

3 passos para obter green card para estudar fora

O primeiro passo é a entrega ao USCIS (United States Citizenship and Immigration Services) um dossiê com as comprovações de mérito, que pode aprovar, exigir mais informações ou até mesmo negar o pedido. 

O segundo passo, o NVS (National Visa Center) solicita mais documentos pessoais, antecedentes criminais e exames médicos com um profissional credenciado. 

O terceiro e último passo, será uma entrevista no consulado americano, para pessoa ter um contato direto com o representando do país. 

Subcategorias

São três subcategorias para a petição EB-1; são elas: 

  • EB-1A, para profissionais com habilidades extraordinárias; 
  • EB-1B, para professores e pesquisadores de destaque;  
  • EB-1C, para executivos internacionais. 

No EB-2 NIW se encaixam profissionais de vários setores, mas que possuem um grau avançado de estudos: 

  • Graduação; 
  • Pós-graduação 
  • Mestrado  
  • Doutorado 

Além disso, o profissional deverá ter comprovadamente  5 anos de experiência. 

Em síntese, pessoas que tenham habilidade excepcional na sua área de atuação, também devem atestar que seus trabalhos podem colaborar com a economia, cultura ou educação nos Estados Unidos. 

Aliás para qualquer uma dessas categorias, reunir antecipadamente documentos que certifiquem as qualificações é fundamental. 

Ademais, se o profissional for membro de associações e participar ativamente da sua área de atuação, assim como ganhar prêmios aumentam a elegibilidade para o visto.

E então, gostou de saber um pouco mais sobre como obter green card?

Não deixe de ler também – Saiba como estudar nos Estados Unidos com bolsa integral

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.