Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Estados Unidos: o governo de Abraham Lincoln

O Governo de Abraham Lincoln: tudo aquilo que você precisa saber

O Governo de Abraham Lincoln compreende um dos períodos mais importantes de toda a história dos Estados Unidos.

Dessa maneira, é essencial que você domine as principais características desse assunto, uma vez que ele aparece com grande frequência nas maiores provas do país, com um destaque especial para os vestibulares.

O Governo de Abraham Lincoln: Biografia

Abraham Lincoln nasceu no dia 12 de fevereiro de 1809, na cidade de Hodgenville, Estados Unidos. Lincoln era um de três filhos do casal Thomas Lincoln e Nancy Hawks Lincoln. 

O início da carreira política de Lincoln aconteceu no ano de 1832. Posteriormente, em 1849, ele seria eleito para a Câmara dos Representantes em Washington.

O Governo de Abraham Lincoln: Presidência

Abraham Lincoln foi o 16º presidente dos Estados Unidos e foi eleito em 1860, com 40% dos votos. Seu governo se iniciaria no ano de 1861 e terminaria em 1865, um período de intensas transformações nos EUA.

É válido ressaltar que Lincoln foi o presidente que decretou a emancipação dos afro-americanos, que viviam na condição de escravizados, nos Estados Unidos.

Durante o seu mandato, Lincoln irá enfrentar a Guerra Civil Americana, também chamada de Guerra de Secessão. Os embates se iniciam com a revolta dos estados sulistas que não aceitavam o fato do presidente ser contra a expansão do trabalho escravo para os novos territórios que estavam sendo descobertos no momento, com a Marcha para o Oeste. Assim, esses estados queriam lutar contra o presidente e contra os estado do norte para se separar da união.

O Governo de Abraham Lincoln: Guerra de Sucessão

No ano de 1861, alguns estados sulistas anunciaram que se separariam dos Estados unidos. Eram eles: Carolina do Sul, Alabama, Flórida, Mississipi, Geórgia e Texas. Além disso, esses estados, escravocratas,  anunciaram também que formariam  a União dos Estados Confederados da América e nomeariam um novo presidente. Até mesmo uma nova bandeira foi criada para os sulistas.

A Guerra de Secessão se inicia de fato no mesmo ano, quando os estados sulistas atacam o forte da União, na Carolina do Norte. Lincoln responde enviando 80 mil soldados para o Sul dos Estados Unidos: era o início dos conflitos.

Assim, durante todo o governo de Lincoln, dezenas de batalha se espalharam por todo o país, causando milhares de mortes e uma situação de extrema instabilidade.

O Governo de Abraham Lincoln: Desfecho

Com mais de 600 mil mortos, a Guerra de Secessão, o maior conflito de todo a história dos Estados Unidos, foi decidida na batalha de Fort Summer, em 1865. A guerra terminaria com a vitória dos estados nortistas e, assim, os estados confederados foram reintegrados à União.

Além disso, no mesmo ano, a lei que o presidente Lincoln havia proposto em 1863 e que libertava os escravos foi aprovada: ocorria, então, a abolição oficial da escravidão nos Estados Unidos.

Após o conflito, os Estados Unidos passaram por um período de reconstrução e Lincoln iniciou seu segundo mandato em 1865. No entanto, ainda existiam muitos ressentimentos da guerra e várias conspirações contra o presidente surgiam a cada dia. O país assistiu também ao surgimento de grupos segregacionistas e racistas, como o Ku Klux Klan (KKK), que não aceitavam a abolição da escravidão. Dessa maneira, no dia 14 de abril de 1865 Lincoln foi atingido por um tiro disparado por John Wilkes Booth. O presidente morreria no dia seguinte.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.