Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

5/5 - (2 votes)

Como evitar cair no golpe do empréstimo consignado?

Com o decorrer da pandemia de Covid-19, a digitalização de alguns processos serviu como pretexto para alguns golpistas se aproveitarem para aplicar novos golpes. Idoso e alguns grupos não tão familiarizados com o ambiente virtual vem sendo vítima de fraudes como o golpe do empréstimo consignado.

Oferecido geralmente para funcionários públicos, aposentados e pensionistas, o valor da parcela do empréstimo consignado é descontado diretamente do contracheque, holerite ou benefício do INSS. Este costuma oferecer benefícios mais vantajosos que as cartas de crédito, devido à baixa taxa de inadimplência, deste modo, se tornou uma ferramenta de armadilha contra o público mais vulnerável.

Aplicações dos golpes

No início de 2022, o INSS alertou aos beneficiários sobre os golpes com o empréstimo consignado, auxiliando as vítimas sobre quais os procedimentos, padrões ou não, devem ser tomados. Segundo a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), as fraudes contra clientes de bancos cresceram 165% no primeiro semestre de 2021, em comparação ao mesmo período no ano anterior.

Além disso, o levantamento do índice da FinanZero Investimentos (IFE), informou que as buscas por “golpe do empréstimo consignado” tiveram um salto de 250% em abril. Os golpistas em suma se passam por funcionários de instituições financeiras ou do próprio INSS, oferecendo empréstimos com benefícios e vantagens, incluindo o alto valor disponível para contratar e as taxas reduzidas.

Ao se interessar pela oferta, é solicitado um depósito antecipado para a liberação dos valores. Além disso, os golpistas ainda podem solicitar dados pessoais e bancários que por sua vez serão utilizados para abrir contas fraudulentas, solicitar cartões de crédito ou empréstimos no nome da vítima.

Caso identifique um empréstimo sem sua autorização em seu nome, é necessário procurar imediatamente a sua instituição financeira e registrar uma reclamação no site consumidor.gov.br. Também é possível solicitar um bloqueio de contratação de crédito consignado através do Meu INSS, pelo aplicativo, website ou então pelo atendimento ao cliente na central 135.

Deve-se lembrar também de realizar um boletim de ocorrência e avisar os órgãos envolvidos, caso tenha passado seus dados para o golpista. Deste modo, caso alguém tente utilizar seus documentos sem seu consentimento as instituições estarão cientes do caso.

Como se proteger do golpe do empréstimo consignado

Além de ficar atento ao receber este tipo de proposta, é necessário seguir algumas dicas para se manter seguro nestas ocasiões. A seguir foi coletado algumas orientações do Nubank e do Governo Federal para informar as pessoas como proceder em caso de golpe:

  • Ao receber uma proposta de crédito, entre em contato com a instituição financeira através de canais oficiais de atendimento, lembre-se de verificar a veracidade;
  • Nenhum empréstimo pedirá por pagamento antecipado;
  • Nunca passe informações por ligações ou mensagens de dados pessoais, bancários, de login, senha ou endereço;
  • Não clique em links de e-mails, SMS ou Whatsapp, de contatos que você não conhece;
  • Confira o remetente dos e-mails;
  • Não compartilhe informações ou notícias sem verificar a veracidade e a procedência.

De acordo com o INSS, nenhum de seus funcionários entrará em contato através de aplicativos de mensagens, ligação ou e-mail para oferecer serviços de empréstimo consignado, além de não enviar motoboys para a casa do beneficiário.

5/5 - (2 votes)
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.