Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Cidade anuncia auxílio emergencial para estudantes da rede pública

Estudantes da rede municipal de Maceió, em Alagoas, irão receber uma espécie de auxílio emergencial próprio. De acordo com a gestão da cidade, os pagamentos irão variar entre R$ 70 e R$ 100 e devem beneficiar cerca de 50 mil alunos do município.

A Prefeitura da capital alagoana divulgou mais detalhes do projeto nesta sexta-feira (11). De acordo com essas informações, os alunos que estudam na rede básica e no ensino fundamental terão direito de receber o benefício de maneira automática.

Os valores é que irão variar de estudante para estudante. Aqueles que estudam no primeiro ciclo, que compreende os alunos de 0 a 6 anos, irão receber um benefício de R$ 100. Por outro lado, aqueles que estão além desse nível, irão receber o auxílio de R$ 70.

Ainda de acordo com a Prefeitura da cidade, os pagamentos em questão começam no próximo mês. No entanto, os gestores evitaram dar uma data para este início das liberações. Só o que se sabe é que o programa terá duração de três meses. Então deve chegar ao fim no próximo mês de setembro.

A ideia da Prefeitura é portanto ajudar as famílias desses alunos neste momento difícil da Pandemia do novo coronavírus. Vale lembrar que a cidade de Maceió é uma das que mais estão sofrendo com os números da Covid-19 em toda a região Nordeste.

Inscrição

Diante dessa notícia, muitas famílias da cidade de Maceió estão se perguntando o que elas precisam fazer para se inscrever no programa. No entanto, segundo a Prefeitura da cidade, não é preciso se preocupar com esse fato. Isso porque não vai existir qualquer tipo de inscrição.

Acontece que a Secretaria de Saúde da cidade vai simplesmente verificar os dados dos responsáveis por esses alunos. Então, na prática, basta ter um filho com matrícula ativa na rede municipal para estar apto a receber as parcelas do benefício. Agora basta portanto esperar para saber o resultado.

Vale lembrar que esse programa permite o acúmulo de benefícios. Então uma família que tenha dois filhos com matrícula ativa na rede municipal poderá receber as duas quantias. Assim, esse dinheiro pode acabar saindo bem mais alto em alguns casos.

Auxílio para jovens

Em um nível federal, não há um programa deste estilo para jovens estudantes. No entanto, se depender do Ministro da Economia, Paulo Guedes, isso deve mudar em breve. De acordo com ele, o Palácio do Planalto está preparando algo neste sentido para o segundo semestre.

O Programa de Inclusão Participativa (BIP) deverá focar nos jovens, mas não aqueles que estão estudando. A ideia é justamente o contrário. Eles querem ajudar aqueles adolescentes que não estão conseguindo nem estudar nem trabalhar neste momento da pandemia. Eles deverão portanto ganhar uma bolsa para participar de projetos de emprego de grandes empresas.

No entanto, ao contrário do benefício de Maceió, esse do Governo Federal não tem ainda uma data de estreia. Pelo menos nem uma previsão. A única coisa que Paulo Guedes garantiu é que o programa deve estrear no segundo semestre, mas os detalhes ainda são desconhecidos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.