Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

4/5 - (6 votes)

Cidadãos cobram benefício para quem não é do Bolsa Família

Usuários dizem que Governo está concentrando todos os benefícios para os beneficiários que já faziam parte do Bolsa Família

O Governo Federal começou ainda na semana passada os pagamentos turbinados do Auxílio Brasil. Isso quer dizer que eles cumpriram a promessa de pagar R$ 400, no mínimo, para todos os usuários do programa em questão. Mas há um detalhe importante nessa história: nem todo mundo pode receber o dinheiro.

De acordo com o próprio Ministério da Cidadania, cerca de 14,5 milhões de brasileiros estão recebendo o Auxílio Brasil em dezembro. São apenas aqueles que faziam parte do antigo Bolsa Família, programa que chegou oficialmente ao fim no último mês de outubro. Ninguém mais além deles conseguiu entrar no projeto novo.

Tudo isso está fazendo muita gente questionar o Governo Federal. Pessoas que não faziam parte do Bolsa Família e que estão passando por necessidades querem saber do Palácio do Planalto quando uma ajuda vai poder chegar para esse público. Até agora não há nenhuma previsão de que isso vá acontecer de fato.

Havia uma esperança em torno do vale-gás nacional para esse público. Esse programa é de autoria do Congresso Nacional e já foi sancionado pelo Presidente Jair Bolsonaro. Os pagamentos devem começar ainda este ano. Mas há o mesmo problema: nem todo mundo vai poder receber esse dinheiro.

De acordo com um decreto publicado na última semana pelo próprio Governo Federal, a ideia é concentrar os pagamentos do vale-gás nas pessoas que fazem parte do Auxílio Brasil. Por essa lógica, mais uma vez, os usuários que não estavam no Bolsa Família não deverão receber o programa social. Pelo menos não em um primeiro momento.

Auxílio Emergencial era a casa de todos

Muitas das pessoas que estão fazendo essas críticas vieram do Auxílio Emergencial. Esse programa do Governo Federal atendeu cerca de 39 milhões de brasileiros com pelo menos um repasse neste ano de 2021.

De acordo com o próprio Ministério da Cidadania, João Roma, o fim do Auxílio Emergencial deixou cerca de 25 milhões de famílias de fora de qualquer programa social do Governo Federal. Na época, ele classificou isso com um grande problema.

Ele disse no momento desse anúncio que o Governo Federal estaria trabalhando na criação de um novo projeto exclusivamente para essa parcela da população. Alguns meses depois dessa declaração, ainda não se sabe quais são essas ideias.

Novas entradas

O plano do Governo Federal é inserir mais gente na folha de pagamentos do próximo mês de janeiro no Auxílio Brasil. É provável que isso aconteça principalmente quando se sabe que a PEC dos Precatórios já foi promulgada pelo Congresso Nacional.

Mas isso, por si só, não garante os pagamentos do Auxilio Brasil para todo mundo. Então o Governo Federal deverá pegar apenas uma parte das pessoas que precisam do dinheiro para entrar em janeiro. Agora só resta esperar para saber quem serão elas.

O plano do Ministério da Economia é claro. Eles querem seguir os pagamentos desses programas sociais para um pequeno grupo de usuários. Par aos outros, eles querem garantir empregos. O fato, no entanto, é que essa é uma promessa que o Planalto está fazendo já há alguns meses.

4/5 - (6 votes)

Veja o que é sucesso na Internet:

8 Comentários
  1. Luiz Carlos de oliveira Diz

    Tem varias garrafas de água algumas estão pela metade e outras vazias já que não pode encher todas coloque água nas vazias.!

  2. Regina borges Diz

    Tenho 56 anos dezempregada nao consigo trabalho pq tá dificil e qdo consigo nao passo no exame medico,e tbm vou fazer cirurgia do coração, e crio meu neto de 10 anos..Estamos passando por mtas dificuldades…Agora tdo é pro pessoal de bolsa familia e a gente como fica.Devemos lembrar disso ano que vem tem eleições..Nao vou dar meu voto pra FDP nenhum.

  3. Rita de Cassia Diz

    Todos do auxílio emergencial está passando por dificuldade sou mãe solteira nenhuma renda muito triste isso tudo caro e até agora sem uma solução

  4. Cruz Diz

    Tudo agora é só pra qem tem bolsa família! Oxe se essas pessoas já recebem esse benefício! Então o certo seria agora dar pra qem Ñ recebe beneficio nenhum! É a lógica dar pra qem ainda ñ tem ! É deixar qem já tem esse benefício de fora e focar pra qem Ñ tem! O governo dar pra qem já recebe todo mês e deixa de fora qem Ñ Tá recebendo nd! Tá na hora de acabar com essa história de q só qem tem direitos são pessoas q estão no bolsa familia! Qem ñ tem bolsa familia tbm precisa dessa ajuda!

  5. Elaine Diz

    Ta tão complicado 🥲🥲🥲

  6. Elidiane Souza Diz

    Muito triste isso sou mãe de família não tenho renda tinha bolsa família foii bloqueado a mas de 8 anos já fui atrás d cras para fazer cadastramento tudo d novo a mas de 3 anos q corru atrás e nda de ter meu bolsa d novo estava com o auxílio emergencial pq tenho cad único e hj chega ao fim de ganha nenhum custo do governo como vamos vive se um emprego se uma ajuda do governo sem um bolsa família para ajuda a família de baixa renda

  7. Elidiane Diz

    Muito triste isso sou mãe de família não tenho renda tinha bolsa família foii bloqueado a mas de 8 anos já fui atrás d cras para fazer cadastramento tudo d novo a mas de 3 anos q corru atrás e nda de ter meu bolsa d novo estava com o auxílio emergencial pq tenho cad único e hj chega ao fim de ganha nenhum custo do governo

  8. RAQUEL ALVES DE ARAUJO Diz

    Muito triste o que a gente estamos passando pois só porque recebi o auxílio emergencial já tem dois meses novembro e dezembro sem receber nenhum benefício e as coisas tudo aumentando eu tenho três filhos para criar tudo bem recebi uma gencial e agora em dezembro principalmente que é o mês que a gente mais precisa do dinheiro para comprar as coisas como é que vai ficar essas pessoas que estão necessitando de uma ajuda não adianta Jair bolsonaro ajudar uma parte e desprezar outras ajudou muito do bolsa família mas aí os que recebiam emergencial ficou sem benefício nenhum

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.