Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Ceará: Governo lança livros sobre competências socioemocionais para professores de ensino infantil

O Governo do Ceará lançou nesta semana uma série de livros voltada para a formação de professores da educação infantil que atuam nas escolas municipais.

A novidade compõe o programa Mais Infância e traz conteúdos destinados a alunos de zero a cinco anos, tendo como pilar as cinco competências socioemocionais elencadas pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC): autoconsciência, autogestão, consciência social, habilidades de relacionamento e tomada de decisão responsável.

Os títulos, a saber, se dividem de acordo com a faixa etária, isto é, os professores deverão selecionar aqueles que se encaixam melhor com cada turma.

De acordo com a primeira-dama do Ceará, Onélia Santana, não havia no estado um projeto como esse.

“É um marco na história da educação do Estado. Porque sabemos que é nessa faixa etária de zero a seis anos que a criança está em pleno desenvolvimento e precisa de suporte”, coloca Onélia.

Trabalhar as linguagens e a cognição das crianças estão entre os principais focos. Além disso, a coleção de livros visa incentivar a autonomia das crianças nessa fase, segundo a primeira-dama.

“Tudo isso é uma construção e, para que aconteça, é necessário planejamento, rotina em sala de aula. E esse planejamento pedagógico está dentro desse material estruturado, que foi construído por várias pessoas, especialistas aqui do Ceará”, ressalta Onélia Santana, primeira-dama do Ceará

A produção dos livros foi realizada em parceria com a Associação Nova Escola.

Investimento para livros

O Governo do Ceará gastou cerca de R$ 5,8 milhões para elaborar os livros. Para essa produção, houve uma consultoria de professores das redes pública e privada. Agora, a etapa é de distribuição para cada cidade cearense.

“Esse material é de extrema importância porque vai guiar o aprendizado dos alunos e, também, a prática docente. Ele direciona a abordagem dos conteúdos, das ideias e de como tratar diversos assuntos em sala de aula e serve de base para o planejamento do professor. É a partir dele que as formações dos professores serão pensadas”, diz Luíza Aurélia Teixeira, dirigente municipal de educação de Crateús e presidente da Undime-CE.

E então, gostou de conhecer a notícia?

Não deixe de ler também – Ceará: Professores repudiam retorno das aulas na rede pública

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.