Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Câmara vai voltar a debater auxílio de R$ 3,5 mil para agricultores do país

De acordo com informações de bastidores, membros da oposição querem retirar veto de Bolsonaro ao novo Auxílio para agricultores

Membros da oposição ao Governo Jair Bolsonaro deverão voltar a fazer pressão contra o Palácio do Planalto. Desta vez, deputados federais do PT estão querendo derrubar o veto do Presidente para o projeto de lei que garantiria auxílio de até R$ 3,5 mil para agricultores familiares em dificuldade no país.

O Presidente Jair Bolsonaro vetou esse projeto ainda no último dia 17 deste mês de setembro. Como justificativa, o chefe do executivo disse que estaria preocupado com questão do teto de gastos públicos. É que há portanto uma crítica sobre as despesas que a criação deste novo auxílio poderia causar.

O Deputado Federal Pedro Uczai (PT-SC), que é o autor do projeto em questão, revelou o valor que seria gasto com o benefício. De acordo com ele, os gastos para fazer os pagamentos para os agricultores ficariam na casa de algo em torno de R$ 550 milhões. Os repasses durariam até o final de 2022.

Para quem não lembra, esse projeto prevê o pagamento de uma parcela única no valor de R$ 2,5 mil para as famílias de agricultores que estejam em situação de vulnerabilidade. No caso das casas chefiadas por mulheres, esse montante poderia subir para R$ 3 mil por pessoa. Pelo menos essa é a ideia até aqui.

Esse valor, no entanto, poderia chegar em R$ 3,5 mil para essas famílias que conseguirem manter uma cisterna. Isso também valeria para qualquer outra tecnologia que consiga fazer a água chegar em mais casas. Então, na prática, seria um auxílio mais vantajoso do que esses que o Governo está pagando atualmente.

Nesta semana

De acordo com deputados da oposição, o plano é tentar fazer pressão para aprovar a derrubada do veto de Bolsonaro já nesta segunda-feira (27). No entanto, ainda é preciso esperar para saber o que vai acontecer.

O Governo, através do Ministério da Cidadania, está acompanhando a repercussão deste caso no Congresso Nacional. Há um temor dentro do Palácio do Planalto de que esse veto possa mesmo ser derrubado.

A ideia é que se isso acontecer poderá ser mais uma mensagem de derrota para o governo de Bolsonaro. Além disso, há a preocupação com questão fiscal neste momento. Pelo menos é o que dizem os membros do Ministério da Cidadania.

Bolsa Família

Vale lembrar que esse projeto para agricultores não é a única proposta de Auxílio que circula pela Câmara dos Deputados. Há vários tipos de ideias de novos programas sociais que estão esperando por uma votação.

No entanto, essa ideia do Deputado Pedro Uczai foi uma das poucas que conseguiu passar pelo crivo dos parlamentares neste momento. De qualquer forma, analistas acreditam que muito dificilmente ela vai passar pelo Presidente Jair Bolsonaro.

Neste momento, aliás,  o Governo Federal está concentrando todas as suas forças no novo Bolsa Família. O novo projeto social deve entrar em cena a partir do próximo mês de novembro. Pelo menos essa é a ideia do Palácio do Planalto neste momento.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.