Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

3.7/5 - (22 votes)

Calendário do Vale-gás NACIONAL: prazo de pagamentos do novo programa

De acordo com o texto sancionado pelo Governo Federal, novo vale-gás vai ter pagamentos apenas por um tempo limitado

O Presidente Jair Bolsonaro sancionou ainda na última semana o Gás dos Brasileiros. Esse é o nome do projeto que pretende ajudar os cidadãos a pagarem pelo menos uma parte do botijão de gás de 13 kg. A ideia é começar os pagamentos já a partir deste próximo mês de dezembro, ou seja, daqui a algumas semanas.

O que pouca gente sabe de fato é que esse não é um programa permanente. De acordo com o próprio texto do projeto, os usuários do benefício só receberão esse benefício por cinco anos. E isso considerando que eles seguirão obedecendo todas as regras do texto até o final dos repasses.

A contagem começa no dia do primeiro pagamento do programa. A ideia do Governo, como dito, é começar essas liberações já a partir do próximo mês de dezembro. Se isso acontecer mesmo, então o Palácio do Planalto vai seguir fazendo repasses até dezembro de 2016, que é quando se completam os cinco anos.

De acordo com os autores do projeto, a ideia aqui é apostar que a economia do país já vai estar melhor nesta época do ano. Eles acreditam que cinco anos é tempo mais do que suficiente para que o Brasil volte a baixar essa inflação. E aí neste sentido, menos gente poderia precisar dessa ajuda para comprar o botijão.

Neste momento, o que se sabe mesmo é que a situação está longe de ser tranquila. O preço médio do botijão de gás está crescendo sem parar desde o início deste ano. Com isso, muita gente está tendo que escolher entre comprar o gás ou a comida. O dinheiro não está sendo suficiente para comprar os dois.

Quem vai poder receber?

De acordo com informações do projeto em questão, o Governo Federal deverá fazer os pagamentos para pessoas que estejam no Cadúnico e que tenham uma renda per capita mensal familiar de até meio salário mínimo.

Estamos falando de um limite de renda de R$ 550. Só que vale lembrar que a tendência é que nem todo mundo que possui esse direito receba esse dinheiro. Isso porque tudo vai depender da questão do orçamento do Governo Federal.

Qual vai ser o valor?

O valor do Vale-gás não vai ser fixo. Ele vai variar de acordo com a cotação média do preço do botijão de gás de 13kg. A ideia é que o Planalto ajude com os pagamentos de pelo menos a metade deste patamar.

Ao contrário dos auxílios tradicionais do Governo Federal, este não vai acontecer todos os meses. A ideia aqui é que ele faça pagamentos de maneira bimestral. Então se o primeiro repasse acontecer em dezembro, o segundo deverá acontecer apenas em fevereiro.

Além do vale-gás

O Vale-gás não é o único benefício que o Governo Federal pretende pagar nos próximos meses. Além dele, o Planalto deverá seguir também com os repasses do Auxílio Brasil. Esse programa, aliás, já começou os seus pagamentos este mês.

O que não deve voltar mesmo é o Auxílio Emergencial. De acordo com o Ministério da Cidadania, esse programa estava atendendo cerca de 39 milhões de pessoas e chegou ao fim no último mês de outubro.

3.7/5 - (22 votes)
18 Comentários
  1. Elaine Diz

    Cadê a errata, corrigindo o 2016?

  2. Eleosina Diz

    Eu não recebi

  3. Raquel Da Silva Diz

    2016?

  4. Anelise Diz

    Fui no cras da minha cidade fiz a inscrição me encaixo pra receber o bolsa familia e não recebi assim como não recebo o auxílio brasil só não entendo pq se me encaixo nos termo e preciso pdo benefício pois tenho dois filho pequenos

  5. Vania Diz

    Os governantes têm que olhar para o povo!são colocados lá para atender a população !eu tenho um filho deficiente ,sobrevivemos com o loas !meus dois filhos não tem ajuda do pai!sou enfermeira e pagava INSS tive que parar de exercer a profissão para cuidar do meu filho,que nasceu deficiente!ninguém escolhe isto ,mas acontece e o governo tem que olhar melhor os deficientes e idosos deste pais!

  6. NATECIA Diz

    Eu tenho duas filhas. Uma de 2 anos e outra de 6 mês não recebo nenhum benefício do governo e ainda estou desempregada

  7. Antonieta Diz

    Cadê meu comentário, se vocês queriam o email ,o nome e pra que?

  8. Antonieta Diz

    O engraçado é que os programas sociais tem uma burocracia imensa, que tem que ganhar somente aquele percentual definido por eles, e será que quem faz alguma coisa na vida vai ganhar mesmo esse valor durante um mês? Se querem realmente ajudar não precisam ser tão radicais, quando o que se sabe é que o bolsa família existe o lado injusto. Alguns ganham mais que o outro, com a mesma quantidade de filhos que são menores. Agora vem com história de dois em dois meses 50%pra comprar um gás .Se o gás é mais de 100 reais dependendo da região. Tempo de eleições não é ? Fazem as coisas acontecer é sempre assim fazem as pessoas acreditarem na máscara que carregam .

  9. Maria michelle dos santos Diz

    Eu tenho uma filha com síndrome de daown,e não tem direito a décimo a nada,nao da or entender que o governo acha que é o suficiente pra uma mãe cuida de tudo,se nos que temos filhos especiais tivesse como trabalha fora ,só que não temos

  10. Anderson.tekila@hotmail.com Diz

    De que forma esse benefício será paga esse ea questão de muitos

  11. Dalila Diz

    A contagem começa no dia do primeiro pagamento do programa. A ideia do Governo, como dito, é começar essas liberações já a partir do próximo mês de dezembro. Se isso acontecer mesmo, então o Palácio do Planalto vai seguir fazendo repasses até dezembro de 2016, que é quando se completam os cinco anos.
    *PARECE Q HOUVE ERRO NA DATA!!!*

  12. Eronilda soares Diz

    Nao seria 2026?

  13. Adriana Witski Diz

    Atenção ao editor da página
    A contagem começa no dia do primeiro pagamento do programa. A ideia do Governo, como dito, é começar essas liberações já a partir do próximo mês de dezembro. Se isso acontecer mesmo, então o Palácio do Planalto vai seguir fazendo repasses até dezembro de 2016, que é quando se completam os cinco anos.
    Não voltaremos no tempo …. 2026 seria o correto

  14. Nilson ubirajara dache maciel Diz

    Estou escrito no cadastro Único não recebi benefício e estou desempregado.
    Acontece que o salário na maioria oferecido é entorno de 1.100 a 1.500, o custo de vida não é baixo e so aumenta.
    Hoje sem pagar aluguel uma família com 3 pessoas e sem muito luxo deveria estar recebendo em média 2.500, independente de quem esteja trabalhando o filho ficar em casa., a pessoa hoje pra constitur uma família tem q pensar muito nestas questões, eu tenho 59 anos é uma dificuldade pra conseguir emprego., os políticos deveriam dividir os salários exorbitantes com os elegem.

  15. Jania Diz

    Deveriam averiguar melhor quem realmente precisa deste benefício

  16. Jean Carvalho de Oliveira Diz

    Coisa boa

  17. Marilene Ferreira Diz

    Na minha cidade não tem queria que tivesse

  18. giovana Diz

    Projeto nao enche barriga nao, nem santo vivi de promessa imagina o povo, vao caçar o que fazer, tomem vergonha na cara vcs e o presidente bando de imbecis

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.