Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

4.8/5 - (5 votes)

Caixa: Mais de 10 milhões de trabalhadores podem sacar dinheiro atrasado

A quantia refere-se as cotas do PIS/Pasep, extinta em 1988. Vale ressaltar que os recursos podem ser sacados pelos titulares, ou em caso de falecimento, pelos seus herdeiros.

Cerca de 10,5 milhões de trabalhadores podem sacar um benefício acumulado em R$ 23,3 bilhões na Caixa Econômica Federal. A quantia refere-se as cotas do PIS/Pasep, extinta em 1988. Vale ressaltar que os recursos podem ser sacados pelos titulares, ou em caso de falecimento, pelos seus herdeiros.

Veja também: Abono salarial PIS PASEP com valor de R$1.200 em fevereiro

O benefício é de direito dos trabalhadores que realizaram atividade com carteira assinada entre 1971 e 1988. Os recursos estarão disponíveis para saques até o dia 1º de junho de 2025. Após esta data, a quantia será transferida permanentemente aos cofres da União.

O saldo das cotas pode ser consultado no aplicativo e no site do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), além do internet banking da Caixa.

Como sacar as costas do PIS/Pasep?

Os trabalhadores de direito podem acessar o aplicativo Meu FGTS e transferir a quantia referente as cotas do PIS/Pasep para uma conta corrente. Outra maneira de ter acesso aos recursos é realizar o saque em espécie, porém isso dependerá da quantia que o beneficiário tem direito.

Valores de até R$ 3 mil podem ser sacados nas casas lotéricas, correspondentes Caixa Aqui e nos terminais de autoatendimento com o Cartão Cidadão e senha. Benefícios superiores a R$ 3 mil devem ser resgatados na agência da instituição sob apresentação de um documento oficial com foto.

A última opção de saque, dada aos herdeiros dos titulares, também deve ser realizada em uma agência da Caixa Econômica. Na ocasião, o dependente deverá apresentar os seguintes documentos: certidão de óbito, inventários ou alvarás judiciais que comprovem as informações, bem como certidão ou declaração de dependência.

Abono salarial PIS PASEP com valor de R$1.200 em fevereiro

Muitas têm sido as dúvidas de trabalhadores quanto ao pagamento do abono PIS/Pasep em 2022. Alguns noticiários afirmam que o pagamento será iniciado em fevereiro e terá o valor de R$ 1.200 por trabalhador. Para sanar suas dúvidas, confira todas as informações abaixo.

O pagamento do PIS/Pasep será iniciado em fevereiro?

Informações do governo afirmam que o abono será liberado em 2022 e a expectativa é que o pagamento seja iniciado em fevereiro.

A resolução publicada pelo Codefat, que adiou a liberação do PIS/Pasep para 2022, estabeleceu novas regras para o pagamento. Dentre as novas regras determinadas, foi decidido que o abono salarial será pago de acordo com calendário anual estabelecido pelo CODEFAT.

Portanto, os procedimentos para identificação dos trabalhadores aptos a receberem o benefício serão realizados entre os meses de outubro deste ano e janeiro de 2022.

Valor do PIS/Pasep não deve ser R$ 1.200

A base utilizada para o pagamento do PIS/Pasep é o salário mínimo vigente no ano. No entanto, o valor do salário passa por reajuste conforme o Índice nacional de Preços ao Consumidor (INPC), em que  é utilizado para cálculo da inflação.

Dessa forma, com a previsão da nova inflação do mês de novembro, o salário mínimo deverá chegar ao valor de R$ 1.200. No entanto, o valor exato do salário de 2022 deve ser divulgado apenas em janeiro, que é o período em que o Governo determina o novo piso nacional.

Portanto como ainda há novas previsões de reajuste futuro, o governo só poderá determinar o valor exato do piso nacional em 2022.

4.8/5 - (5 votes)

Veja o que é sucesso na Internet:

2 Comentários
  1. Rosemari Diz

    Sempre fico na dúvida se isso é verdade…

  2. David de sousa silva Diz

    Eu nuca recebi o abono sarial

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.