Caixa libera saque-calamidade do FGTS para mais municípios. Veja como solicitar

Caixa libera saque-calamidade do FGTS para mais municípios. Veja como solicitar

Caixa Econômica Federal aumentou o número de cidades que poderão solicitar o saque-calamidade do FGTS. Veja lista

A Caixa Econômica Federal liberou nesta terça-feira (14) uma nova rodada do saque calamidade do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Segundo o banco, a lista de cidades que foram contempladas por esta liberação aumentou. Cada trabalhador pode retirar até R$ 6.220 por conta vinculada, limitado ao saldo existente.

“As pessoas poderão sacar seu FGTS nas cidades e nos locais atingidos, seja de calamidade, seja de emergência, o valor de até R$ 6.220 reais. A lei determinava de que tinha que ter um intervalo mínimo de 12 meses de saque para o outro. Aqui teve o acidente no Taquari. Portanto, o presidente Lula mandou quebrar essa exigência e as pessoas poderão fazer um novo saque do FGTS”, disse o ministro-chefe da Casa Civil, Rui Costa.

A lista de cidades

Mais seis municípios foram adicionados na lista de retirada do saque-calamidade. Em comum há o fato de que todos eles são do Rio Grande do Sul. O estado enfrenta o maior desastre climático de toda a sua história. De acordo com a Defesa Civil, 151 pessoas morreram, e milhares de gaúchos seguem desabrigados ou desalojados.

Abaixo, você pode conferir a lista com os seis municípios que foram inseridos no sistema de retirada.

  • Arroio do Meio
  • Harmonia
  • Lajeado
  • Santa Cruz do Sul
  • São Leopoldo
  • Venâncio Aires

No caso de São Leopoldo e Venâncio Alves, os pagamentos ainda estão ativos desde o ano de 2023. As duas cidades também sofreram com os impactos das chuvas no ano passado.

Abaixo, você pode ver a lista de outros municípios que também já estavam com a liberação do saque-calamidade do FGTS aceita pela Caixa Econômica Federal por conta das cheias deste ano de 2024:

  • Agudo;
  • Anta Gorda;
  • Bom Retiro do Sul;
  • Candelária;
  • Encantado;
  • Esteio;
  • Farroupilha;
  • Feliz;
  • Guaíba;
  • Jaguari;
  • Nova Palma;
  • Nova Santa Rita;
  • Portão;
  • Porto Alegre;
  • Porto Xavier;
  • Rolante;
  • Santa Tereza;
  • São Marcos;
  • São Sebastião do Caí;
  • Sobradinho;
  • Taquara;
  • Triunfo.
Caixa libera saque-calamidade do FGTS para mais municípios. Veja como solicitar
Mais de 300 cidades gaúchas estão em situação de emergência. Imagem: Defesa Civil/RS

Como solicitar o saque-calamidade do FGTS

Abaixo, você pode conferir um passo a passo para solicitar o saque-calamidade do FGTS:

  • Ao acessar o app FGTS, clique na opção “Meus Saques“;
  • Escolha a opção “Outras Situações de Saques“;;
  • Selecione o motivo do saque como “Calamidade Pública“;
  • Selecione a cidade;
  • Clique em? “Continuar“;
  • Escolha uma das opções para receber o benefício?: crédito em conta bancária de qualquer instituição ou sacar presencialmente;
  • Faça o upload dos documentos requeridos;
  • Confira os documentos anexados e confirme ?;
  • A Caixa irá analisar a solicitação e, caso esteja tudo certo, o valor será creditado em sua conta.

Além do saque-calamidade do FGTS

Para além da liberação do saque-calamidade do FGTS para parte das cidades do Rio Grande do Sul, o governo federal também aplicou a liberação de uma série de outros benefícios para as pessoas daquele estado. Veja alguns deles:

  • Auxílio reconstrução

O governo federal confirmou na tarde desta quarta-feira (15) a criação de um novo auxílio emergencial no valor de R$ 5,1 mil por família. De acordo com as informações oficiais, a ideia é pagar este saldo para algo em torno de 200 mil pessoas que perderam tudo durante a maior tragédia ambiental da história desta unidade da federação.

“Essas pessoas terão de forma rápida, via Caixa Econômica, a transferência via Pix de R$ 5,1 mil. Todas as pessoas que perderam seus objetos. A comprovação se dará apenas pelo endereço que a pessoa mora. Vai ser via aplicativo da Caixa com a autodeclaração das pessoas e esse endereço será checado. Estimativa inicial de R$ 1 bilhão para fazer esse benefício”, anunciou o ministro-chefe da Casa Civil, Rui Costa.

  • Antecipação do abono Pis/Pasep

O governo federal decidiu antecipar os pagamentos do abono salarial Pis/Pasep para todos os trabalhadores que residem no Rio Grande do Sul. Para este público, o saldo foi depositado nesta quarta-feira (15), independente do mês do seu aniversário, ou mesmo do final do seu número de inscrição.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.