Caixa libera pagamento de até 12 parcelas atrasadas da casa própria com o FGTS

Trabalhadores poderão pagar parcelas atrasadas do financiamento da sua casa própria. O Conselho Curador do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) autorizou o uso dos recursos para quitação de até 12 prestações da dívida.

Trabalhadores poderão pagar parcelas atrasadas do financiamento da sua casa própria. O Conselho Curador do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) autorizou o uso dos recursos para quitação de até 12 prestações da dívida.

Parcelas em atraso

Segundo o Conselho, o uso do saldo do FGTS nas parcelas em atraso do financiamento está liberado até o dia 31 de dezembro. Vale ressaltar que anteriormente era possível pagar apenas três parcelas atrasadas.

A medida passou a valer na última segunda-feira (2) e foi resultado de uma análise do Conselho Curador. Mais de 80 mil pessoas estão com mais de 3 parcelas atrasadas no financiamento imobiliário.

De acordo com a avaliação, a inadimplência é o reflexo do cenário econômico atual, a ressaltar o baixo poder de compra das famílias brasileiras e a dificuldade em pagar as contas no dia a dia diante tantos aumentos.

Além disso, o que ajudou na liberação da iniciativa foi que ao menos 50% das pessoas com parcelas atrasadas têm saldo positivo no FGTS. Devido a isto os recursos serão liberados para quitação de mais parcelas, neste caso, são 12.

Para usar a nova modalidade o trabalhador deve ir ao banco em que fez o financiamento e assinar uma Autorização de Movimentação da Conta Vinculada ao FGTS para abater os valores não pagos até então.

Contudo, é importante informar que o fundo só poderá ser usado em imóveis avaliados em até R$ 1,5 milhão. Além disso, só serão liberados para os trabalhadores que contribuíram com o FGTS por pelo menos três anos e que não possuem outro financiamento ativo no SFH.

Saque de até R$1 mil será liberado para mais de 3 milhões nesta quarta, 4

O Governo Federal segue liberando os valores do saque extraordinário do FGTS. Nesta quarta-feira (04), os trabalhadores nascidos em março poderão retirar até R$ 1 mil de suas contas. A partir dessa data, eles terão até dia 15 de dezembro para movimentar o valor.

Os recursos não sacados vão retornar para o fundo. As liberações seguem o calendário estabelecido pela Caixa Econômica Federal (veja abaixo).

Nesta quarta, a expectativa é de que 3,5 milhões de trabalhadores possam sacar os valores. Serão liberados um total de R$ 2,5 bilhões pelo governo federal, de um total de R$ 30 bilhões que serão concedido ao longo dos pagamentos.

No último dia 20 de abril, o Governo Federal liberou o dinheiro apenas para os cidadãos que nasceram no mês de janeiro. No sábado (30), o valor foi liberado para os nascidos em fevereiro. Os dois grupos totalizam 7,1 milhões de trabalhadores.

O saque extraordinário do FGTS será liberado para 42 milhões de trabalhadores. O saldo disponível já pode ser consultado, mas a retirada e a movimentação do valor segue o calendário estabelecido pela Caixa.

FGTS: Quando o dinheiro pode ser sacado?

Segundo o calendário, os saques continuarão sendo liberados até 15 de junho (para nascidos em dezembro). Todos os grupos poderão sacar até dezembro, de acordo com informações do Governo Federal.

Veja o cronograma:

  • Nascidos em janeiro: 20 de abril – LIBERAÇÃO EFETUADA
  • Nascidos em fevereiro: 30 de abril – LIBERAÇÃO EFETUADA
  • Nascidos em março: 04 de maio – Liberação nesta quarta-feira
  • Nascidos em maio: 14 de maio
  • Nascidos em abril: 11 de maio
  • Nascidos em junho: 18 de maio
  • Nascidos em julho: 21 de maio
  • Nascidos em agosto: 25 de maio
  • Nascidos em setembro: 28 de maio
  • Nascidos em outubro: 1º de junho
  • Nascidos em novembro: 08 de junho
  • Nascidos em dezembro: 15 de junho

É importante lembrar que os trabalhadores não são obrigados a realizar o saque do FGTS, mas caso não queiram aproveitar a oportunidade, só poderão realizá-lo em situações específicas previstas em Lei.

3/5 - (2 votes)
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.