Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Caixa e BB pagam novo benefício a partir de R$ 261,25 aos trabalhadores

A Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil são os responsáveis pelo pagamento do Benefício Emergencial.

O Governo liberou o Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e Renda (BEm), pago para complementar o salário do trabalhador que teve a jornada reduzida ou o contrato de trabalho suspenso.

A Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil são os responsáveis pelo pagamento do Benefício Emergencial. De acordo com a Medida Provisória 936/2020, podem receber o benefício os seguintes trabalhadores:

  • quem teve contrato de trabalho suspenso;
  • quem teve duração na jornada de trabalho;
  • os trabalhadores intermitentes (valor será pago automaticamente de acordo com cadastro da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho);

O valor a ser pago vai ser calculado conforme o valor da parcela do seguro-desemprego que o trabalhador teria direito de receber, tendo assim, como média os últimos três salários pagos pelo empregador.

Valor do benefício

O valor do Benefício Emergencial corresponde a um percentual do Seguro-Desemprego a que o trabalhador teria direito em caso de demissão, variando entre R$ 261,25 até R$ 1.813,03, conforme o percentual de redução acordado.

A suspensão de contrato de trabalho prevê o pagamento de 100% do valor do Seguro-Desemprego.

O trabalhador intermitente terá um Benefício Emergencial com valor fixo de R$ 600,00.

Como realizar o contato com o BB ou Caixa?

Através do site oficial da Caixa, o trabalhador poderá fazer o acompanhamento das informações sobre o pagamento do benefício. Além disso, o usuário pode procurar o Serviço de Atendimento ao Cliente, cujo número é 0800 726 0207.

Por suas vez, o Banco do Brasil vai disponibilizar o atendimento automatizado através do endereço eletrônico oficial. Através do site, o trabalhador poderá acompanhar a situação do pagamento do auxílio benefício tanto no BB como em outra instituição financeira.

Além disso,  o banco disponibilizou os seguintes números para contato:  WhatsApp (61) 4004-0001 e ligações através do telefone (capitais: 4003 5285) e demais localidades (0800 729 5285).

Sobre o benefício

Tive minha jornada de trabalho e salário reduzidos. O que devo fazer?

Você deve informar ao seu empregador em qual conta bancária de sua titularidade deseja receber o Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda e aguardar que ele comunique o Ministério da Economia quanto ao acordo.

Tive meu contrato de trabalho suspenso. O que devo fazer?

Você deve informar ao seu empregador em qual conta bancária de sua titularidade deseja receber o Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda e aguardar que ele comunique o Ministério da Economia quanto ao acordo.

Durante o período de suspensão do contrato de trabalho quem paga meu salário?

Para empresas com faturamento abaixo de R$ 4,8 milhões, a União pagará o equivalente a 100% do valor do Seguro-Desemprego a que o empregado teria direito.

Ademais, para empresas com faturamento acima de R$ 4,8 milhões, o empregador pagará 30% do salário do empregado a título de ajuda compensatória e a União pagará o equivalente a 70% do valor do Seguro-Desemprego a que o empregado teria direito.

Todos os empregados terão estabilidade durante a vigência desta MP?

Não. De acordo com o Governo, somente terá direito a estabilidade provisória os empregados que tiverem redução de jornada e salário ou suspensão do contrato de trabalho.

Veja também: Bolsonaro vai incluir TODAS as categorias no congelamento de salários

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
4 Comentários
  1. Lena Diz

    A minha empresa suspendeu meu contrato, porém não consigo receber do governo, está falando que estou vinculado a outro órgão público.. mas não estou.. não sei o que fazer

  2. Carlos Wallace Lelles Santos Diz

    A minha empresa aderiu à esse plano do governo só que nos continuávamos a trabalho periódo normal é descontado nosso salário isso tá certo?

  3. Carlos Wallace Lelles Santos Diz

    A minha empresa tá recebendo esse benefício do governo sem ter afastado seus funcionários
    Eles estão fraldando o benefício
    E querem colocar o funcionamento pra receber é depois duvidi o benefício pro dois

  4. Débora Soares Diz

    Pedi demissão, era contrato intermitente. Recebi a primeira parcela do Auxilio BEM, será que recebo a segunda?

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.