Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

5/5 - (3 votes)

Caixa conclui depósitos da distribuição do lucro do FGTS; veja como consultar o valor

No último dia 26, a Caixa Econômica Federal encerrou os pagamentos referentes ao Lucro do FGTS de 2021. Um total de R$ 13,2 bilhões foi distribuído aos 106,7 milhões de trabalhadores que possuíam contas vinculadas ao fundo com saldo até o dia 31 de dezembro do ano passado.

No último dia 26, a Caixa Econômica Federal encerrou os pagamentos referentes ao Lucro do FGTS de 2021. Um total de R$ 13,2 bilhões foi distribuído aos 106,7 milhões de trabalhadores que possuíam contas vinculadas ao fundo com saldo até o dia 31 de dezembro do ano passado.

O repasse aos beneficiários foi aprovado pelo Conselho Curador do FGTS, na última sexta-feira (22).

A rentabilidade do Fundo de Garantia é fixada em 3% ao ano. No entanto, os trabalhadores recebem parte do lucro do FGTS desde o ano de 2017. Além de serem beneficiados com parte da rentabilidade, as distribuições também incluem a aplicação mensal da Taxa Referencial (TR).

Os lucros do FGTS são referentes às aplicações feitas pelo governo em habitação, saneamento, infraestrutura e saúde. Nesta rodada de pagamento, receberam os trabalhadores que tinham conta de FGTS com saldo em 31/12/2021.

Vale salientar que, quanto maior o saldo da conta vinculada ao FGTS, mais o cidadão pode receber. Para calcular o valor que receberá do lucro, o trabalhador deve multiplicar o saldo de cada conta em seu nome em 31 de dezembro do ano passado por 0,02748761.

Como consultar?

O trabalhador pode consultar o extrato pelo aplicativo ou site FGTS, em uma agência da Caixa ou ainda pela Central de Atendimento da instituição financeira, no número 0800-726-0101.

Como sacar?

O valor a ser pago pelo lucro do FGTS não será repassado diretamente para as contas vinculadas ao fundo. Sendo assim, os trabalhadores só podem realizar o saque conforme as modalidades tradicionais do programa, que são elas:

  • Saque-aniversário;
  • Demissão sem justa causa por parte do empregador;
  • Rescisão por acordo entre empregador e empregado;
  • Para compra da casa própria;
  • Para complementar pagamento de imóvel comprado por meio de consórcio;
  • Para complementar pagamento de imóvel financiado (pelo SFH — Sistema Financeiro de Habitação);
  • Rescisão por término de contrato por prazo determinado;
  • Por fechamento da empresa: vale em caso de extinção parcial ou total da empresa ou estabelecimento;
  • Rescisão por culpa recíproca (empregador e empregado) ou por força maior (se a empresa é atingida por um incêndio ou enchente, por exemplo);
  • Rescisão por aposentadoria;
  • Em caso de desastres naturais, como enchentes ou vendavais;
  • Se um trabalhador avulso, empregado através de uma entidade de classe, fica suspenso por período igual ou superior a 90 dias;
  • Para trabalhadores quem tem 70 anos ou mais;
  • Trabalhadores ou dependentes portadores de HIV;
  • Trabalhadores ou dependentes diagnosticados com câncer;
  • Trabalhadores ou dependentes que estejam em estágio terminal por causa de uma doença grave;
  • Empregados que ficam três anos seguidos ou mais sem trabalhar com carteira assinada;
  • Em caso de morte do trabalhador, os dependentes e herdeiros judicialmente reconhecidos, podem efetuar o saque.
5/5 - (3 votes)
3 Comentários
  1. Jorge Alberto Silveira Cruz Diz

    Tenho direito a receber a correição do FGTS

  2. Jorge Alberto Silveira Cruz Diz

    Quero receber

  3. João Ivo de Souza Diz

    Ver se tenho algum auxílio

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.