Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

4.3/5 - (12 votes)

Caixa anuncia grande dinheiro aguardando saque por trabalhadores

O saque dos recursos pode ser realizado por quem trabalhou em empresas privadas ou em iniciativas públicas, no âmbito municipal, estadual ou federal.

Cidadãos que trabalharam entre os anos de 1971 e 1988 com carteira assinada têm direito ao montante de R$ 22 bilhões anunciado pela Caixa Econômica Federal. Essa quantia diz respeito as chamadas “cotas do PIS/Pasep“.

Veja também: Valor de salário mínimo de 2022 vai alcançar recorde; veja

O saque dos recursos pode ser realizado por quem trabalhou em empresas privadas ou em iniciativas públicas, no âmbito municipal, estadual ou federal. Desta forma, quem possui algum saldo a ser resgatado deve realizar o procedimento até o dia 31 de maio de 2025. Caso contrário, será devolvido efetivamente aos cofres da União.

Como sacar as cotas do PIS/Pasep?

Vale ressaltar que as cotas do PIS/Pasep foram extintas e teve seus recursos destinados ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), desta forma, elas se diferem do abono salarial do PIS/Pasep, pago atualmente aos trabalhadores com carteira assinada.

Para realizar o saque das cotas é preciso apresentar um documento oficial com foto em qualquer uma das agências da Caixa Econômica Federal. Caso o titular tenha falecido, os seus herdeiros passam a ter direito ao benefício.

Nesta situação, será necessário tem em mãos a certidão de óbito do titular, além do comprovante do vínculo de dependência. Para mais informações sobre os recursos, basta acessar o aplicativo Caixa Trabalhador e consultar o seu saldo.

PIS/Pasep 2020/2021 com pagamentos em três meses

O abono salarial PIS/Pasep que seria pago a partir de julho deste ano foi adiado para 2022. A justificativa da suspensão foi a utilização dos recursos para financiar uma nova rodada do programa de redução de salário e da jornada de trabalho, conhecido como o BEm.

A decisão foi tomada pelo Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat) após uma reunião com os representantes responsáveis. Devido a ação, o Governo Federal conseguiu economizar cerca de R$ 8 bilhões, destinado à manutenção de empregos pelo BEm.

Entretanto, o adiamento do PIS/Pasep fez com que milhares de trabalhadores com carteira assinada ficassem sem a sua renda extra anual. Agora, a previsão é que um novo calendário seja liberado em janeiro do próximo ano, e que os pagamentos comessem no mês seguinte.

Isso porque, o Governo Federal deve analisar as informações recebidas pela Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), até 120 dias após o seu envio. Considerando que o prazo de entrega por parte das empresas era até o mês de outubro, o calendário deve ser liberado em janeiro.

Contudo, cabe ressaltar que o teto do abono salarial será reajustado conforme o salário mínimo de 2022, previsto para chegar em R$ 1.200 caso a inflação seja encerrada em 9,1% este ano. Desta forma, o valor mínimo será de R$ 100, sendo o piso do abono.

4.3/5 - (12 votes)

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

10 Comentários
  1. José Lima Gregório Diz

    eu fui afastado pela empresa após uma convulsão e no hospital das clínicas foi constatado epilepsia fiquei no benefício entre a empresa e a previdência e após fiquei no benefício do INSS e convertido em aposentadoria pôr invalidez e após déz anos na revisão cançelado e não sendo aceito na empresa me deram justa causa e procurando resolver na justiça levaram uma funcionária da empresa como testemunha e fiquei sem o benefício sem o acerto e sem o emprego agora preciso de informação e um advogado pôr essa causa o que faço?

  2. José Lima Gregório Diz

    Jesus

  3. José Lima Gregório Diz

    eu fui aposentado por invalidez após ter sido afastado pela empresa pra tratamento porque tive uma convulsão epilética passei pelo hospital das clínicas fiquei no benefício entre a empresa e a previdência social após fiquei pelo INSS e foi transformado em aposentadoria pôr invalidez e após déz anos o perito me retornou ao trabalho e na empresa eu fui aceito e me deram uma justa causa e tive que procurar resolver na justiça e levaram uma funcionária para testemunha da empresa e eu fiquei sem o acerto sem o benefício e sem o emprego agora preciso de informações e um advogado para reverter esta causa o que faço?

  4. nicola abrilio Diz

    O que acho esquisito nesse governo e que para dar aumento de salário pra eles aprovam rapidinho,e quanto aos que não tem nada sofrem pelo auxílio que nunca aprova.Ta difícil votar em alguém.

  5. Maria Diz

    Porque só pis PASEP e o PIS normal dos terceirizados q 2 anos n recebe

  6. Rosane Diz

    Trabalhei em 1988 e 1985. Carteira assinada em super mercado. Ainda tenho direito a cotas? A algum tempo o governo pagou alguma coisa.sera que ainda tenho algo a receber?

  7. José Maria SIEBRA de mesquita Diz

    Fui aposentado em 2016, será que recebi corretamente os valores devidos, como saber?

  8. Rogerio henrique pessoa Diz

    Eu acho muito bom se eu tiver direito é bom

  9. Maria Inês dos Santos Borba Diz

    Como saber se tenho direito já trabalho à 34 anos sempre recebi o pasep mas não recebo deus de 2019 nada mais só me mandam procurar a caixa econômica obrigado

  10. Débora Araújo Diz

    Como saber se tenho direito? Trabalhei em 1987 numa empresa privada. Não lembro se recebi o pis

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.