Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Burnout nas empresas: Como evitar o problema?

Quais medidas ajudam a evitar o burnout nas empresas? O que os gestores podem fazer para que o ambiente de trabalho seja menos desgastante e mais saudável para todos os liderados?

Essas dúvidas têm sido muito recorrentes, para muitas pessoas. Mas a verdade é que existem muitas ações positivas que podem ser colocadas em prática na hora de incentivar os cuidados com a saúde.

Algumas delas nós listamos no decorrer deste conteúdo. Acompanhe e prepare um ambiente qualificado para os seus liderados.

Como evitar o Burnout nas empresas?

É preciso ter em mente que o burnout nas empresas deve ser evitado todos os dias. As pessoas merecem um incentivo voltado à saúde mental, e isso não deve acontecer apenas de forma pontual.

Em outras palavras, a preocupação com o bem-estar dos colaboradores deve ser constante, e não de tempos em tempos, só no Janeiro Branco ou Setembro Amarelo.

Por isso, considere os apontamentos abaixo como verdadeiros hábitos de uma corporação saudável:

1. Incentive hábitos saudáveis

Incentivar hábitos saudáveis é um dos passos para evitar o burnout nas empresas. As pessoas precisam compreender que a vida pessoal impacta – e muito – na vida profissional. Se elas não investem em bons hábitos, a tendência é que sintam esse reflexo no ambiente de trabalho.

Sendo assim, incentive a prática de exercícios, a alimentação saudável, o sono regulado, e assim por diante. Você pode, ainda, criar programas de benefícios voltados a esses hábitos. Por exemplo, uma bonificação para quem ir trabalhar a pé X vezes no mês.

2. Aprenda a delegar tarefas de forma consistente

Delegue as tarefas com muita atenção e cuidado. Muitas vezes, os gestores querem evitar o burnout nas empresas, mas nem se dão conta de que estão sobrecarregando os seus liderados.

Sendo assim, analise com cuidado a sua atuação. Veja até que ponto você está delegando de acordo com os limites de cada um, ou apenas está “passando adiante” as obrigações, sem respeitar o espaço alheio.

3. Incentive os cuidados com a saúde mental

Assim como é seu papel incentivar os hábitos saudáveis dentro da empresa, também é importante criar campanhas e espaços que motivem os cuidados com a saúde mental. Vale apostar em palestras, ambientes de descanso, atividades recreativas, e assim por diante.

4. Acolha os seus liderados

Se os seus liderados procuram você, mas você está sempre indisponível, pode ser que eles estejam sem amparo no ambiente de trabalho.

E essa ausência sua pode estar promovendo uma sobrecarga emocional, uma vez que o indivíduo pode estar necessitando de direcionamento ou apenas quer relatar dificuldades em concluir uma carga de tarefas.

Por isso, acolha os seus liderados para que eles se sintam mais tranquilos e prontos para lidar com os desafios cotidianos.

5. Cuide das expectativas que são postas sobre os liderados

Cuidado com as expectativas que você tem colocado sobre as pessoas. Às vezes, ficar superestimando pode provocar o burnout nas empresas. Sabe por quê? Porque você estará impulsionando a pessoa a um comportamento obsessivo e perfeccionista, que pode ser extremamente prejudicial.

Portanto, cuide das expectativas que você demonstra com relação as outras pessoas.

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.