Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Brasil registra 14,7 milhões de beneficiários do Bolsa Família em junho

O Brasil registra neste mês de junho um total de 14,69 milhões de beneficiários do Bolsa Família. É portanto um dos maiores números da história do programa. Pelo menos é isso o que diz o Ministério da Cidadania por meio de uma postagem oficial nas redes sociais.

De acordo com o Ministério, o país está pagando o Bolsa Família para todas essas pessoas. No entanto, isso não é totalmente verdade. É que boa parte desses usuários, estão recebendo o dinheiro do Auxílio Emergencial do Governo Federal.

Segundo dados mais recentes do próprio Ministério, cerca de 10 milhões de usuários do Bolsa Família migraram para o Auxílio Emergencial ainda em abril. Isso aconteceu porque essas pessoas recebiam menos do programa anterior. Assim, elas mudaram para o projeto mais vantajoso.

Então, isso quer dizer portanto que na prática apenas cerca de 4 milhões de brasileiros estão recebendo de fato o dinheiro do Bolsa Família neste momento. A data do calendário deles é a mesma que os usuários do Auxílio estão seguindo. Pouca coisa mudou nesse sentido.

O que mudou mesmo foi o gasto do Governo com esses pagamentos. É que, como se sabe, o Planalto tem uma espécie de custos em reserva para esse programa. Se o número de beneficiários cai, mesmo que seja por um tempo, então é natural que o nível de gastos diminua.

Bolsa Família

O Governo costuma dizer com certa frequência em suas redes sociais que o Bolsa Família está pagando dinheiro para mais gente do que em qualquer outra época do benefício. E esse número deve crescer ainda mais nos próximos meses, quando a nova versão do programa chegar.

De acordo com membros do Palácio do Planalto, o novo projeto vai ficar maior em todos os sentidos. E isso vale para a quantidade de beneficiários do programa. Agora só falta saber quantas pessoas entrariam no benefício. Há quem diga que serão mais 2 milhões, outros dizem que seriam mais 13 milhões.

O Governo ainda não bateu o martelo sobre isso porque entende que essa é uma questão que mexe diretamente com as contas públicas. No entanto, boa parte do Planalto também sabe que isso mexe com as eleições presidenciais do próximo ano. Quanto mais gente entrar, melhor para o Presidente Jair Bolsonaro.

Valores

Em entrevista recente, o Presidente Jair Bolsonaro disse que o valor do programa novo será de R$ 300. Trata-se portanto de uma média. Isso porque o Bolsa Família não paga valores fixos para os seus beneficiários. A declaração do chefe do executivo, pegou muita gente dentro do Ministério da Economia de surpresa.

De acordo com informações do Portal de notícias UOL, o Palácio do Planalto estaria estudando a possibilidade de acabar com o abono salarial PIS/PASEP para conseguir aumentar os valores médios do novo Bolsa Família. O Governo não confirmou essa informação, mas também não negou.

De certo mesmo, só o fato de que o Planalto vai estrear o novo Bolsa Família assim que o Auxílio Emergencial chegar ao fim. E aí tudo vai depender do tamanho da prorrogação do programa Emergencial. De acordo com o Ministro da Economia, Paulo Guedes, a tendência é que o projeto ganhe mais três meses de duração.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.