Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Bolsonaro indica possível nova extensão do Auxílio Emergencial

O Presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta semana que o Brasil é um país rico e pode atender os mais necessitados durante um longo período. A declaração deu uma indicação que o Governo Federal poderá realizar mais uma extensão do Auxílio Emergencial, mesmo com o avanço da vacinação para conter a pandemia.

Em um evento onde discursou na Bahia, Bolsonaro afirmou que boa parte da população ainda não se recuperou dos impactos econômicos causados pela pandemia. Isso aumentou consideravelmente o número de desempregados e que por conta disso, é necessário continuar com o pagamento do Auxílio Emergencial.

Governo Federal espera aprovar a Reforma do Imposto de Renda para bancar o Auxílio Brasil

A intenção de Bolsonaro com a criação do novo Auxílio Brasil é atualizar o valor do pagamento médio, que hoje para os pagamentos do Bolsa Família é de 190 reais e passaria para 300, de acordo com a intenção do Governo Federal.

A previsão de pagamentos para o Auxílio Emergencial é terminar no mês de outubro, porém a equipe do Ministério da Economia e Cidadania já está trabalhando para estender os pagamentos e criar novas parcelas ainda em 2021.

Auxílio Emergencial começou a ser pago em abril de 2020

O Auxílio Emergencial começou a ser pago em abril de 2020, sendo que a princípio tinha a previsão de ser pago em até três parcelas. Depois aconteceu uma prorrogação um pouco antes do final dos pagamentos da terceira parcela, sendo que a prorrogação atendeu até dezembro de 2020.

Diante desses fatos, existe a possibilidade de uma nova prorrogação que dure até o próximo período eleitoral. O Presidente se mostrou a favor dessa nova prorrogação, defendendo novamente essa tese durante o evento que participou nesta semana na Bahia.

Por esse motivo, é que o Governo está pensando em adotar medidas para atender a essas pessoas, antes que acabe os pagamentos do Auxílio Emergencial e essas pessoas que não conseguiram emprego nem mesmo na informalidade, não fiquem sem renda.

Governo discute incluir os pagamentos do Aux. Emergencial dentro da PEC dos Precatórios

O Governo estaria discutindo nos bastidores, a possibilidade de utilizar a emenda da PEC dos Precatórios para garantir a extensão do Auxílio Emergencial por mais alguns meses. A ideia ainda não está 100% concretizada, porém é uma das propostas que está na mesa e para negociação.

Na prática, a prorrogação seria incluída para viabilizar que os pagamentos acontecessem mais rapidamente. Porém são enfrentados alguns obstáculos na Câmara, como as divergências da proposta por parte do Presidente da Câmara, Arthur Lira.

Os dois defendem que a prioridade deve ser os pagamentos do novo Auxílio Brasil, que é o programa que deve substituir o Bolsa Família. Pessoas próximas a Lira comentaram, que a sugestão ainda está sendo encarada como um “plano b”.

Bolsonaro poderia estar pensando em uma nova extensão do Auxílio Emergencial como uma forma de conseguir aumentar a sua popularidade, já que ele afirmou que irá sim se candidatar para as Eleições presidenciais no próximo ano, com Lula como grande rival.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.