Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Receita Federal paga o último lote de restituição do Imposto de Renda

A Receita Federal realizou nesta quinta-feira (30) os pagamentos do último lote de restituição do Imposto de Renda. O pagamento será feito diretamente na conta bancária informada pelo contribuinte.

De acordo com a Receita, o lote de pagamentos da restituição contempla também exercícios anteriores. O valor total das restituições será de R$ 562 milhões para um total de 358.162 contribuintes.

É informado que se por algum motivo o crédito não cair em conta, como nos casos onde a conta informada foi desativada, os valores irão ser passados para o Banco do Brasil, onde o contribuinte terá até um ano para realizar o saque dos valores.

Cidadão que não tiver acesso a conta de restituição do Imposto de Renda, poderá agendar contato pela Central BB

No caso de o contribuinte não ter mais acesso à conta informada para receber os valores da restituição, o crédito dos valores poderá ser agendado através do Portal BB ou ligando para a Central de Atendimento do Banco do Brasil.

O telefone para atendimento em capitais é 4004-0001, nas demais localidades o contato é através do 0800-729-0001 e o telefone para clientes com deficiência auditiva o contato é através do 0800-729-0088.

Mesmo que o contribuinte não realize os resgates em uma Agência do Banco do Brasil no período de até um ano, ele poderá fazer a requisição através de um formulário eletrônico que pode ser feito no sistema e-CAC, acessando o extrato no processamento da sua Declaração de Imposto de Renda para Pessoa Física.

Veja se você caiu na malha fina

Quem deixar de prestar alguma informação para a Receita Federal ou digitar algum dado errado na declaração, pode cair na malha fina. É possível verificar se existem pendências em seu registro fiscal através do portal e-CAC.

O acesso ao sistema pode ser feito com o seu CPF/CNPJ ou acessando através do registro em Gov.br, além do acesso através de um código de acesso que será enviado diretamente para o seu e-mail.

Quando estiver no sistema, acesse “Meu Imposto de Renda” no lado esquerdo da tela, que estará logo na página de abertura do e-CAC. Ali aparecerá uma linha que mostrará a entrega das declarações dos anos anteriores, incluindo a deste ano, se você tiver feito.

Como resolver pendências com a Receita Federal?

Para resolver os problemas com a Malha Fina, será necessário que o contribuinte envie uma declaração retificadora para a Receita Federal. Esse processo pode ser feito diretamente pela página da RFB, através do e-CAC onde se pode fazer a retificação online ou mesmo pelo aplicativo do Imposto de Renda.

A Receita Federal irá analisar e caso todas as informações estejam corretas, o contribuinte terá de esperar uma convocação da Receita para apresentar os documentos solicitados. Também é possível realizar um agendamento através do portal e-CAC, através da área Meu Imposto de Renda e acessando o extrato da declaração.

A Receita informou nesta quinta-feira (30), a lista com o número de contribuintes que caíram na Malha Fina, com um grupo que chegou aos 870 mil e que terão de apresentar documentos.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.