Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

3.5/5 - (33 votes)

Bolsa Família como pagamentos em dobro, revela Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) defendeu a PEC dos Precatórios como alternativa para bancar um Bolsa Família turbinado, que deverá pagar aproximadamente o  dobro do que hoje é dado para cada família. As informações são do portal Metrópole.

A PEC dos Precatórios foi aprovada, na primeira votação, na última quarta-feira (04) na Câmara e segue agora para segundo turno, previsto para terça-feira, 9 de novembro. Ao todo foram 312 votos a 144 – o texto teve 4 votos a mais que o necessário para aprovação.

O projeto ainda pode ser suspenso, se dependesse apenas do ex-presidente da Câmara Rodrigo Maia (sem partido-RJ), veja mais detalhes aqui. 

“Estamos votando aqui a tal da PEC dos Precatórios para poder, realmente, fazer com que o orçamento nosso funcione o ano que vem, para dobrar o Bolsa Família, porque estamos vivendo uma inflação de alimentos, inflação de combustíveis”, defendeu Bolsonaro no sábado.

Motociata e popularidade

A fala aconteceu em uma motociata, em Ponta Grossa (PR), realizada entre a cidade e Piraí do Sul (PR). Estiveram presente junto na motociata o líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR), e a deputada federal Aline Sleutjes (PSL-PR),além da prefeita de Ponta Grossa, Elizabeth Schmidt (PSD).

O presidente realiza movimentos como este com intuito de demonstrar sua suposta popularidade nas ruas, o que vem sendo contrariado por resultados de pesquisas.

O presidente teria inclusive a maior rejeição desde a redemocratização de acordo com pesquisa do Datafolha, isso porque 59% das pessoas afirmando que não votariam de jeito nenhum para continuar o governo por mais quatro anos.

Os resultados dão conta que matematicamente, se as eleições fossem hoje, Bolsonaro não seria reeleito e continuaria o governo.

Veja também:

Novo Bolsa Família já tem data pra começar; confira

Bolsa família turbinado

Sem previsão de prorrogar o auxílio emergencial neste ano, o governo federal pretende lançar o Auxílio Brasil – uma espécie de Bolsa Família turbinado, mas sem a marca Lula.

O programa é visto pelo governo como uma maneira de impulsionar a popularidade do presidente, embora oficialmente o intuito não é admitido por membros do auto escalão.

A PEC dos Precatórios, apesar de viabilizar o Bolsa Família turbinado, pode também aumentar a inflação e a dívida pública- o que pode se tornar uma bolsa de neve a longo prazo.

Ainda na motociata Bolsonaro voltou a falar sobre a economia e criticar as medidas de isolamento social. “Estamos pagando a conta – que eu não apoiei – do ‘fica em casa, a economia a gente vê depois’. Estamos fazendo o possível”, tentou se defender diante do cenário atual.

3.5/5 - (33 votes)

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.