Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Bolsa Família de R$ 300: O novo valor é viável?

Jair Bolsonaro, presidente da república, anunciou a ampliação do programa social Bolsa Família para R$ 300. A novidade surpreendeu até mesmo os integrantes do Governo Federal, que acreditam que o novo valor é inviável para o Orçamento do benefício em 2022.

Desde 2020, o Governo estuda uma forma de reformular o Bolsa Família. Isso foi possível observar por meio das tentativas malsucedidas de substituir o Bolsa Família pelo Renda Brasil e pelo Renda Cidadã.

O gestor federal também informou que pretende aumentar o número de beneficiários do programa. Atualmente, o BF contempla cerca de 14 milhões de famílias. A expectativa é ampliar o benefício para aproximadamente 20 milhões, um acréscimo de 6 milhões.

Bolsa Família de R$ 300

O novo Bolsa Família estava previsto para começar em julho, após o fim do pagamento do auxílio emergencial. No entanto, devido a prorrogação determinada pelo avanço da vacinação contra a Covid-19, a liberação deve ocorrer em outubro ou novembro de 2021.

Com o programa reformulado, a média que é paga atualmente, R$ 192, deve ser ampliada para R$ 300, conforme a declaração de Bolsonaro. Esse montante pode ser variado, de acordo com a adesão de benefícios no Bolsa Família.

O anúncio pegou os próprios integrantes do governo de surpresa. Segundo os analistas de econômica, esse valor (R$ 300) não cabe no teto de gastos proposto para o programa no ano que vem.

Ainda assim, o presidente confirmou que o novo valor, que será ajustado em mais 50%, está praticamente acordado entre ele e o Ministério da Economia. Bolsonaro justificou a ampliação do benefício na inflação projetada para 2022, que deve aumentar o valor dos produtos da cesta básica cerca de 14%.

Em razão disso, o novo Bolsa Família precisaria de um financiamento maior, considerando os R$ 300 e o número maior de beneficiários. O secretário do Tesouro Nacional, Jeferson Bittencourt, declarou que o teto de gastos possui um espaço líquido, com cerca de R$ 25 bilhões.

Logo, com o pagamento de uma média de R$ 250, o custo total do programa é estimado em R$ 51,51 bilhões.

Novos benefícios do Bolsa Família

Além de todas as melhoras citadas na declaração do presidente da república, o novo programa deve incorporar mais os seguintes benefícios:

  • Auxílio-creche: R$ 52,00;
  • Voucher creche: R$ 250;
  • Apoio financeira de R$ 52 para as famílias vulneráveis com crianças de até cinco anos;
  • Bolsa mensal de R$ 100,00 para o estudante destaque na área científica, tecnológica ou esportiva;
  • Prêmio anual de R$ 1 mil para alunos destaques em ciência e tecnologia ou em atividades esportivas;
  • Prêmio anual de R$ 200 para os melhores estudantes.

Veja também: Bolsa Família: Bolsonaro volta a afirmar aumento no valor do programa

7 Comentários
  1. enilson Ferreira guerreiro Diz

    Qual o tempo de espera para aprovação do bolsa família.

  2. Marcelo Diz

    Este é meu presidente!!

  3. Gilmara Leandra Barbosa Diz

    Eu concordo com o Presidente cada dia que passa as coisas estão mais caras
    Eu moro de aluguel e não sei se como e alimento meus filhos ou se pago aluguel para não ir pra rua com eles,esse valor já tranquiliza e alivia um pouco
    Obrigado Jair Bolsonaro 🙏

  4. Wesley Fabrício de Araújo Ramos Diz

    Vc está fazendo o correto, Presidente!

  5. Marlene ribeiro Santana Diz

    Marlene ,todos deveria ganhar iqual ,pois só o preço do gás está muito caro,+despesas

  6. Cicera Maria de Oliveira Silva Diz

    Rua Jaqueline Angel severo número 204Santo Dumont

  7. Edeleusa Aparecida Gomes da Silva Edeleusa@gmail Diz

    Não consegui pegar nenhuma parcela do auxílio desde o ano passado não tenho cadastro único e nunca fiz o bolsa familia

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.