Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Banco do Brasil será o primeiro banco a implementar a tecnologia ITP via PIX

O Banco do Brasil deve se tornar o primeiro banco no país a oferecer uma iniciação de pagamentos em sites ou aplicativos de empresas privadas e a conclusão por conta corrente via PIX. Essa função deve facilitar a vida dos consumidores e ainda evitar que produtos sejam deixados no carrinho de compras. A tecnologia implementada será o ITP, iniciador de transação de pagamentos.

Segundo o Banco do Brasil, o PIX foi escolhido como meio de pagamento para o iniciador de transação de pagamentos (ITP) por conta da alta adesão pela população. Hoje, o sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central do Brasil concentra 30% de todas as transações bancárias no país. 

Entenda o iniciador de transação de pagamentos 

Atualmente, os consumidores que realizam compras em sites e aplicativos precisam inserir os dados do cartão, emitir um boleto bancário ou copiar o código PIX para em seguida colocar no App da instituição bancária. O ITP disponibilizado pelo BB deve permitir que o pagamento seja iniciado no aplicativo e que os clientes sejam encaminhados automaticamente para o ambiente virtual do banco, sem precisar ficar procurando o App. 

De acordo com o Banco do Brasil, a instituição deve começar a oferecer o serviço a empresas privadas em breve. Até o momento, o iniciador de transação de pagamentos (ITP) vem sendo testado como projeto-piloto. 

Segurança do ITP

Para o Banco do Brasil, o iniciador de transação de pagamentos (ITP) é uma tecnologia segura e todo o processo tem a supervisão do Banco Central do Brasil, que precisa autorizar as instituições a operarem o ITP

A tecnologia é uma forma de direcionar os consumidores aos aplicativos bancários de forma mais rápida. Apesar disso, todos os pagamentos ainda serão feitos na plataforma do banco, com todos os procedimentos de segurança. O BB ainda informou que também estuda a possibilidade de utilizar o ITP para contratação de serviços e até mesmo para creditar um dinheiro em conta. 

Saiba mais sobre o PIX do Banco Central 

O PIX, sistema de pagamentos instantâneo do Banco Central, tem ganhado muito espaço entre os brasileiros desde que foi implementado no país, concentrando mais de 30% das transações bancárias e ultrapassando transações feitas por meio do DOC, TED e até mesmo do boleto bancário. Sendo assim, o BC tem se dedicado em estudos para aumentar ainda mais suas funcionalidades. 

Hoje, o sistema de pagamentos facilita não só o dia a dia de pessoas físicas, como também de empresas com funções como o PIX Troco e PIX Saque. Com o PIX Troco, por exemplo, as empresas não precisam se preocupar em ter sempre trocado, pois é possível oferecer o troco aos clientes de forma totalmente segura e em poucos segundos. 

Outra novidade, é que até mesmo a Receita Federal aderiu ao sistema de pagamentos PIX. Neste ano, a restituição do Imposto de Renda poderá ser recebida por meio desta forma de pagamento. Para isso, é preciso que o contribuinte tenha o CPF cadastrado como chave PIX, pois não serão aceitas chaves aleatórias, e-mail e telefone celular.

Avalie o Texto.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.